Com todos os desfalques e mais uma meia dúzia, molecada arranca empate contra o Palmeiras.

Mas não é que teve jogo MESMO? E nem faço referência aqui ao simples ato dos 11 contra 11 na relva verde. E nem ao festival de liminares e subliminares que antecedeu de forma patética a realização da partida. Um dos momentos mais várzea que já presenciei nesses meus quase cinquenta (eu falei isso, é?) anos de vida.

Antes de falar da bola rolando, só pra não ficar em cima do muro: desde o minuto zero de todo esse circo EU fui a favor da realização da partida. Com qualquer número de crianças que fosse necessário mandar para o que todos acharam que seria um sacrifício desportivo. Inclusive sou a favor do retorno do público. Pronto, falei.

Se em algum momento twittei o contrário, foi pela mais pura preguiça de escrever, já que nesse fim de semana estava de mudança para minha nova casa/estúdio, de onde nascerá o retorno dos “vidiuzin” de bosta muito em breve em “BoTTeco do Flamengo” lá no YouTube (merchanzei na caraça).

O motivo? Lógica. Se Todo Mundo decidiu voltar com o treco e ficar “batendo perna” pra cima e pra baixo por um Continente Inteiro, e se nós estamos em uma pandemia, ainda que o vírus tenha uma letalidade menor (em número de óbitos) que a do ataque do fluminenCe, é óbvio que uma hora uma pá de jogador, dirigente, etc. ia acabar infectado. Daí ou segue o jogo ou vai chegar a Copa do Mundo e a gente vai estar tentando limpar os asteriscos de jogos a menos na tabela.

https://redacaorubronegra.com/flamengo-tem-16-jogadores-e-o-tecnico-domenec-torrent-com-covid-19/

“Ah, Sorin. E se não tiver nem os 11 pra começar o jogo?”.Entra com 10 ou não entra. W.O. é raro, mas faz parte do universo das competições. Inclusive tem time por aí que ia “jogar” melhor perdendo tudo de W.O.

Bora de Flamengo x Palmeiras.

HISTÓRICO.

Sem levantar questionamentos psicológico-administrativo-sanitário-pandêmicos sobre qual o tipo de comportamento seria o adequado por parte da nossa diretoria, o fato é que nos últimos dias juntou todo mundo do lado de lá que odeia a gente, e passou a odiar mais ainda com o Ano Mágico de 2019, e mais ainda com a perspectiva para os próximos anos, e nêgo tá BANHADO NO ÓDIO EXTREMO E SEM LIMITES. Ahahahahahahahahahahah… Pode ler isso aí na frente na entonação de voz daquele seu amigo tricolete: A-DO-RO!!!

Nesse domingo o circo foi tão grande, que vi nêgo perguntando opinião até do Presidente do Atlético-MG. (????!!!!). O famoso “quem é esse aí na fila do pão”?

O chato, mas que eu também gostei bastante, foi que nesse jogo, em que inclusive poderíamos ter saído com a vitória, e digo isso sem clubismo algum, a molecada não só ajudou o povo do ódio a odiar mais, não só deu na cara dos jogadores/diretoria/torcida do Palmeiras, todo mundo achando que a fatura tava liquidada, provavelmente com uma goleada.

O fato é que sobrou prum monte de marmanjo estrela do nosso time titular, né? Hoje o Flamengo foi muito mais FLAMENGO que em muitas ocasiões recentes e sem desfalques. Molecada tava com sangue nos olhos. Lindo isso. Por isso o “teve jogo” lá na manchete.

E o que dizer do nosso QUARTO goleiro? Caiu nessa que em teoria seria uma roubada e desfilou eficiência em grandes doses nos arremates alviverdes. No momento em que foi vazado, tava nitidamente na bola, e deu o azar do desvio. Havia um Thiago Maia no meio do caminho. Acontece.

A galera “adulta” que esteve em campo reforçando nossa base mandou bem. Vou te dizer que até o Lincoln esteve acima do habitual. Não que o habitual dele seja lá muito difícil de realizar uma autosuperação. Inclusive confesso que, teve uma bordoada do Felipe Mello nele, que eu fiquei na impressão que era revanchismo do rubro-negro tosco do Palmeiras por conta Daquele Lance na final contra o Liverpool. Eh, eh…

https://www.flamengo.com.br/noticias/futebol/fora-de-casa–flamengo-empata-com-o-palmeiras-por-1-a-1-

Bora lá. Essa semana vai ter apedrejamento vindo de tudo quanto é lado. Inclusive no desfile de liminares uma das últimas dizia que Nosso Flamengo não poderia jogar e nem sequer treinar por uns dez dias, tomando W.O. na quarta e no próximo final de semana. Boto muita fé nessa sandice aí não. Mesmo porque no mundo real off delírios advocatícios, o que rola é até a possibilidade de reforços descovidizados no elenco para o jogo contra o Del Valle, que brotará aqui no Rio desfalcado de seu principal atleta, El Altitud.

Bora pras redes sociais comemorar essa vitória e debochar de todo mundo que viu nos trocentos desfalques, quem sabe, a possibilidade de um outro Cincuuuuuummmm. Já tamo tudo odiado mesmo. Ódio pouco é bobagem.

Parabéns, molecada.

Isso aqui é Muito Flamengo.

 

[email protected]
Facebook e Instagram: Mercio Querido
Twitter: @sorinmercio