Sem espaço e com o contrato próximo do fim, meia não irá renovar com Flamengo.

O técnico Domènec Torrent chegou ao Flamengo com um discurso de rodar o elenco, o que, claro, daria oportunidades a alguns atletas até então, sem espaço no clube. Após 10 jogos, o treinador espanhol usou 27 jogadores, incluindo Rafinha, que já deixou o Rubro-Negro. Nenhum deles, porém, é o meia Pepê.

O jovem de 22 anos anos tem ficado como opção no banco de reservas e vem sendo relacionado para a maioria dos jogos, como aconteceu diante do Ceará, no último domingo, quando o Flamengo perdeu de 2×0. Mas ainda não teve a oportunidade de desempenhar o seu futebol com o time principal. Ele não atua desde janeiro, quando o clube carioca estava jogando com o time sub-23 por conta das férias “forçadas” pelo Mundial de Clubes de 2019.

Não teve oportunidades com Jorge Jesus, também não tem com Domènec e também não terá na Libertadores. A Conmebol permitiu a inscrição de 40 atletas para os quatro jogos restantes da fase de grupos, mas o Rubro-Negro listou apenas 34, incluindo cinco goleiros e cinco jogadores de linha que nunca atuaram profissionalmente.

Em meio a isso, Pepê vive o clima de final de contrato com o clube. O vínculo dele vai até o dia 31 de dezembro deste ano e o Flamengo já indicou que ele está fora dos planos para a temporada de 2021.

A diretoria já comunicou ao atleta que ele não terá seu contrato renovado, e o liberou para buscar outro clube. Revelado pelo Rubro-Negro, ele foi campeão da Copinha de 2018 e promovido pouco depois, mas foi emprestado ao Portimonense, de Portugal, por uma temporada (2018/2019). Pelo clube carioca, são sete jogos e um gol, que foi marcado em sua primeira temporada como profissional

Leia também: “Giorgian De Arrascaeta”: Análise e um pouco da história

Felipe Suzano

Cabo-Friense. 19 anos. Estudante de Aviação Civil. Jornalista esportivo. Redator no Redação Rubro Negra. Repórter na Rádio Web Liderança. Apaixonado pelo Flamengo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar