Rodrigo Caio campeão da Libertadores. Foto: Alexandre Vidal

Rodrigo Caio chegou ao Mais Querido em dezembro de 2018, sob desconfiança da torcida, pois, não vivia um bom momento no seu ex-clube (São Paulo). A primeira contratação da gestão Landim herdou a camisa 3, de Rondinelli, na expectativa de dar a volta por cima com a camisa do Flamengo.

Rodrigo Caio durante um treino no Flamengo.
Rodrigo Caio durante treino. Foto: Alexandre Vidal.

“ZAGUEIRO DE CONDOMÍNIO”

Em 2016, o São Paulo sofreu uma derrota para o The Strongest, por 1 a 0, na primeira rodada da fase de grupos, da Libertadores. Na época, o assessor da presidência, Rodrigo Gaspar criticou Rodrigo Caio por meio de uma rede social.

“Rodrigo Caio é jogador de condomínio, bonzinho, mas fraco… Fraco de futebol e de personalidade”, disse o ex-assessor.

Meses depois, Rodrigo Gaspar chegou  garantir, também através de um post, que se desculpou com Rodrigo Caio, pessoalmente.

MOMENTO CONTURBADO NO SÃO PAULO

No dia 16/04/17, em uma partida entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi, o juiz Luiz Flávio de Oliveira aplicou um cartão amarelo ao atacante do alvinegro, Jô, por conta de um pisão no goleiro tricolor, Renan. Contudo, o Zagueiro Rodrigo Caio avisou ao árbitro que ele foi o verdadeiro autor do choque involuntário. Logo, o cartão amarelo foi retirado, consequentemente evitando suspensão de Jô no jogo de volta, em Itaquera, uma vez que seria o terceiro cartão amarelo para o atacante, na competição.

Este episódio foi o marco da saída do Rodrigo Caio do São Paulo. Pois, o atleta passou a ser bombardeado de todas as formas, através de redes sociais, torcida, imprensa e até mesmo alguns membros da diretoria.

Rodrigo Caio e Jô no clássico.
Rodrigo Caio e Jô em lance polêmico, no Morumbi — Foto: Daniel Augusto Jr.

NOVOS ARES – INÍCIO DA VOLTA POR CIMA FLAMENGO

Contratado no final de 2018, Rodrigo Caio chegou ao Flamengo tendo no seu currículo uma Sul-americana e também uma medalha de ouro na Olimpíada que foi realizada no Rio, em 2016. O artilheiro do Flamengo na temporada atual, Gabigol, também fazia parte do elenco medalhista de ouro, no Rio.

O rubro-negro pagou cerca de 5 milhões de euros por 45% dos direitos do atleta de 26 anos, e o contrato vai até o final de 2023.

Rodrigo Caio no Flamengo
Apresentação de Rodrigo Caio no Flamengo — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

ESTREIA DECEPCIONANTE

A estreia de Rodrigo Caio foi no Campeonato Carioca, contra o Bangu, mas não foi das melhores. Isso porque, logo aos dois minutos do primeiro tempo, o camisa 3 falhou em uma dividida no alto e viu Anderson Lessa abrir o placar para os adversários. E o assunto foi um dos mais comentados na internet onde o atleta foi alvo de muitas críticas.

Rodrigo caio comentado no twitter

Rodrigo Caio sendo citado no twitter.

Apesar da falha, a partida terminou com placar favorável ao Flamengo, 2 a 1. Os gols foram marcado por Diego Ribas e Rhodolfo.

RODRIGO CAIO DÁ VOLTA POR CIMA NO FLAMENGO

Não demorou muito para Rodrigo Caio se firmar na zaga Rubro-Negra. Jogo após jogo foi ganhando ritmo e foi caminhando a passos largos para dar a volta por cima no Flamengo

Após a chegada de Jorge Jesus, o próprio Rodrigo afirmou que aprendeu e ainda segue aprendendo muito com o Mister e que isso contribui muito para seu crescimento técnico e tático, além da exigência de alta intensidade e bom preparo físico, e a chegada de Pablo Mari, também contribuiu muito para o bom desempenho coletivo e individual da defesa rubro-negra.

Rodrigo Caio passou a fazer excelentes partidas com o Manto Sagrado, adquiriu regularidade e conquistou o coração da Nação. Em 1 ano de Flamengo, conquistou Campeonato Carioca , Campeonato Brasileiro e a tão cobiçada Libertadores. Sem dúvidas, foi um ano espetacular, e individualmente, está na Seleção da Libertadores de 2019 e faturou o prêmio de melhor zagueiro do Brasileirão, Organizado pela CBF. Mais do que merecido o renascimento, a volta por cima do Rodrigo Caio com a camisa do Flamengo. Fez história e ficou marcado eternamente.

Espero que um dia, se sair do Flamengo, nosso camisa 3 possa deixar com o Marcos Braz,  o endereço do condomínio onde morou em São Paulo, vai que lá tem mais jogadores assim.

Rodrigo Caio campeão da Libertadores. Foto: Reprodução/Instagram

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui