Futebol Profissional

Robson e Anderson… irmãos e ex jogadores do Flamengo! Fique por dentro da carreira, projetos e por onde andam.

0
Crias da Gávea, os irmãos Robson e Anderson, iniciaram na base do Flamengo ainda criança. Anderson (Lateral Esquerdo) chegou primeiro e na fase inicial de testes, logo foi integrado e após 6 meses, Robson (Volante) chegou e também foi integrado de imediato.

Um pouco da carreira do Robson

Robson Alves da Silva, o Robson, nasceu no dia 03 de novembro de 1986 na cidade do Rio de Janeiro-RJ. Chegou a base do Flamengo aos 8 anos de idade, em 1994 e jogou em todas as categorias do clube até o ano de 2003.

Robson

Robson (à direita) segurando o troféu nas categorias de base.

Flamengo Campeão da Copa Record - Base

Time de base – Flamengo Campeão da Copa Record (Robson é o primeiro jogador agachado da esquerda para direita)

Como teve grande destaque nas categorias de base e ainda em 2003, Robson subiu para integrar os profissionais aos 17 anos e teve a sua estreia contra o Corinthians, no Maracanã, na vitória do Flamengo por 1×0. Essa também foi a única partida que atuou ao lado do irmão, Anderson, pelo Flamengo.

Campeão Carioca e água no Chopp do Eurico Miranda

Com a chegada de Abel Braga em 2004, Robson, volante de ótimo posicionamento e marcação, recebeu mais oportunidades, ganhou a confiança e caiu nas graças do técnico. Pelo campeonato Carioca de 2004, foi campeão da Taça Guanabara e conquistou o título estadual. Vale destacar que o volante teve ótima atuação na final contra o Vasco e foi dele a assistência para o gol de Jean, o primeiro do Flamengo. Na festa de comemoração do título, elenco colocou ”água no Chopp” de Eurico Miranda, confira no vídeo:

Flamengo Campeão da Taça Guanabara 2004

Flamengo Campeão da Taça Guanabara de 2004 – Em pé da esquerda para direita: Rafael Gaúcho, Andrezinho, Anderson Luiz, Flávio, Fabiano Eller, Henrique, Roger, Robson e Júlio César; Agachados: J.C. Moraes, Jean, Gauchinho, Rafael, Zinho, Diogo, Íbson e Felipe.

Copa do Brasil contra o Santo André-SP

Robson atuou nas duas partidas finais da Copa do Brasil de 2004 contra o Santo André. No primeiro jogo em São Paulo, ele atuou no 2º tempo no empate em 2×2. Na partida de volta, Abel Braga deu a chance que Robson tanto esperava, uma final no Maracanã lotado e a vaga de titular. Porém, logo aos 2 minutos de partida, o volante que vestia a camisa nº 11, sofreu uma grave lesão em uma disputa com o adversário e 8 minutos após, Robson não conseguiu continuar na partida. O menino de 17 anos, saiu com muitas dores e chorando, sendo carregado pelos funcionários do Flamengo. Veja abaixo (o lance ocorre aos 6 minutos do vídeo).

Ainda pelo Flamengo e demais clubes da carreira

Robson ganhou outras oportunidades na equipe principal do Flamengo, porém com a saída de Abel Braga, as chances foram poucas e sem muito destaque. No geral, o volante permaneceu na Gávea até 2007, onde ficou por 13 anos, atuou em 49 partidas pela equipe principal e conquistou 2 títulos.

Robson em treino

Robson em momento de descontração com os demais jogadores.

Após a saída do Flamengo, Robson passou pelo Cabofriense-RJ, atuou por 4 anos no Gold Coast da Austrália (junto com seu irmão, Anderson) onde fez gols importantes, Ayia Napa FC (Chipre), Baraúnas e Marília, seu último.

Um pouco da carreira do Anderson

Anderson Alves da Silva, o Anderson, nasceu no dia 10 de Janeiro de 1983 na cidade do Rio de Janeiro-RJ. Chegou a base do Flamengo aos 11 anos de idade, em 1994 e jogou em todas as categorias do clube até o ano 1998.

Categorias de Base - Anderson

Anderson (circulo) nas categorias de base do Flamengo em 1995

Categorias de base - Anderson

Anderson nas categorias de base – Alguns jogadores conhecidos como: Wilson, Ibson, Getúlio Vargas e Thiago Coimbra.

Categorias de Base - Anderson

Categorias de Base – Anderson com Adriano Imperador, Felipe Melo, Jean, André Bahia e outros.

Base da Seleção Brasileira

Anderson despertou interesse dos técnicos da base da Seleção Brasileira, por ser um lateral esquerdo de muita qualidade e habilidade, boa arrancada e veloz, excelente cobrador de faltas e escanteios, referência nas bolas paradas e de muitas assistências.

Assim, o lateral passou por todas as categorias de base da Seleção Brasileira, conquistou títulos e desses ele destaca o de Campeão Sul Americano Sub17, onde marcou 2 gols na final contra o Paraguai e o Título do Mundial Sub20, ambos em 1999.

Seleção Sub17 - Anderson

Anderson pela Seleção Brasileira Sub17

Seleção de base - Anderson

Anderson pela Seleção Brasileira Sub17 – Foto do Título.

Títulos pela Seleção Brasileira

  • Melhor Jogador do Torneio de Sallerno Sub/16 – Itália (1999)
  • Tri-Campeão Sulamericano Sub/17 (1999-2000-2002]
  • Campeão Mundial Sub/17 (1999)
  • Campeão do Torneio da Tailândia Sub/17 (2000)
  • Campeão Sulamericano Sub/20 (2001)
  • Campeão do Torneio de Toulon Sub/21 – França (2002)

Anderson é integrado ao elenco profissional

Tratado como joia da base rubro negra e pela excelente passagem pela Seleção de Base, Anderson foi integrado ao elenco profissional aos 17 anos no ano de 1999. Porém, não recebeu nenhuma oportunidade na equipe principal nos 2 primeiros anos e neste período, apenas treinava e atendia as convocações da Seleção Brasileira de base.

Em 2001, o técnico Zagallo deu a primeira oportunidade ao jovem talento em um clássico contra o Vasco, partida realizada no Maracanã no dia 13/05/2001, válida pela Taça Rio. A Partida terminou empatada em 0x0.

Neste mesmo campeonato, o lateral se consagraria Tri Campeão estadual, com o famoso e inesquecível gol de falta de Petkovic, aos 43 minutos do 2º tempo.

Flamengo Tri campeão estadual 1999/2000/2001

Flamengo Tri Campeão Estadual 1999/2000/2001

Anderson atuou na equipe principal entre 2001 até 2003, marcou gols e teve um bom desempenho no elenco. No inicio de 2004, o técnico Abel Braga assumiu a equipe e trouxe o lateral esquerdo Roger e assim, Anderson perdeu espaço e pediu para ser transferido para outra equipe. Vejam algumas jogadas e gols:

Flamengo x Parana em 2001

Anderson pelo Flamengo na partida contra o Paraná no Maracanã.

No geral, o lateral permaneceu na Gávea por 10 anos, atuou em 70 partidas e marcou 3 gols com o manto sagrado pela equipe principal.

Tutulos pelo Flamengo:

  • Tri-Campeão Carioca (1999/2000/2001)
  • Campeão da Copa dos Campeões (2002)

Demais clubes da carreira

Após a saída do Flamengo, Anderson passou pelo Caxias-RS, Olaria-RJ, UD Leria (Portugal), CD Fátima (Portugal), Bragantino-SP, Gold Coast (Austrália) EN. Poralimni (Chipre), EC São João da Barra-RJ e São Cristóvão-RJ.

Pelo Gold Coast (Austrália), Anderson e Robson atuaram juntos por duas temporadas e após a saída de ambos para o futebol do Chipre, atuaram no mesmo campeonato, porém por equipes diferentes.

Anderson foi treinado por Jorge Jesus

Atuando pela equipe UD Leria (Portugal), Anderson era treinado por Jorge Jesus, atual técnico Rubro Negro. O lateral mencionou que o treinador é rigoroso, que cobra o máximo dos atletas, tem estilo vencedor e joga pra frente. Disse também que jogador ‘estrela’ tem que provar dentro de campo a sua titularidade e que ‘nome’ com ele não adianta.

Antes da sua saída do UD Leria, Anderson disse que Jorge Jesus pediu a sua permanência, mas como tinha outras propostas, preferiu se transferir.

Anderson: amizade e gratidão por Beto.

Desde a época do Flamengo, Anderson e Beto são amigos, mas a afinidade entre eles começou após um problema pessoal vivido por Anderson. Como o Flamengo estava com salários atrasado (na época) e Beto era um dos líderes dentro do elenco, o mesmo pediu licença ao tecnico Zagallo e bateu diretamente na porta do presidente Edmundo Santos Silva, explicou-lhe a situação do Anderson, pediu para que o clube depositasse ao menos os salários do jovem jogador e garantiu que o grupo não iria ficar chateado se somente os salários dele fosse colocado em dia.

Um dia após a atitude de Beto, Anderson chegou para treinar e deu um abraço em Beto e lhe agradeceu, informando ao mesmo que a grana já estava na conta. Anderson fala que tem uma enorme gratidão por Beto e que o trata como membro da sua família… um amigo não só do futebol, e sim pessoal e para toda a vida.

Anderson e Robson pelos Masters do Flamengo

Pendurar as chuteiras? Apenas pelos profissionais, pois os irmãos continuam atuando. Além das peladas entre amigos e em campeonato amador, ambos atuam pelo time de Masters do Flamengo sempre que possível, junto com craques rubro negro de outras gerações.

Anderson e Robson

Edson (ex lateral direito), Anderson e Robson nos Masters do Flamengo.

Anderson e Robson

Anderson e Robson pelos Masters do Flamengo

Anderson e Robson

Equipe Masters do Flamengo no Maracanã

Projetos e por onde andam Anderson e Robson

Anderson e Robson moram em Jardim América-RJ e levam uma vida tranquila no mesmo bairro. Todos os domingos pela manhã, jogam um campeonato amador no Campo do Relógio (centro de Jardim América-RJ).

Além das peladas, Robson está estudando algumas propostas de clubes e verificando alguns projetos para atuar como staff. Anderson está estudando uma proposta para assumir o departamento de futebol de um clube pequeno (2ª divisão estadual) do Brasil e está abrindo uma escolinha de futebol no bairro onde mora.

O projeto é para crianças e adolescentes entre 6 até 16 anos e além do futebol, terá projeto social em parceria com clubes do Brasil e Exterior. Vejam no vídeo abaixo:

O Redação Rubro Negra agradece aos irmãos, Anderson e Robson, pela disponibilidade em conversar e nos conceder essa entrevista para que os nossos leitores, amigos e rubro negros pudessem saber um pouco mais da carreira de ambos. Desejamos boa sorte nos projetos futuros e agradecemos pelos serviços prestados ao Flamengo, por defender e honrar as cores rubro negra até hoje. Tenham certeza que conosco, a história de vocês jamais será esquecida!

Aos nossos leitores e seguidores, obrigado por acompanhar as nossas matérias e não deixem de nos seguir, fiquem ligadinhos aí, porque outros ídolos estarão conosco em breve.

Um forte abraço!

Saudações Rubro Negra

Xandy Love

Eu teria um desgosto profundo se faltasse o Flamengo no mundo…

Xandy Love
Profissional Logístico / Estrategista / Pós Graduado / Músico / Flamengo / Voluntariado / Carioca / Torcedor Raiz de Arquibancada / Sócio do CRF / Ídolos Zico e Romário / Beija-Flor e de Deus!

Jorge Jesus celebra classificação do Flamengo na Libertadores: “Não é sorte, é trabalho”

Previous article

Flamengo X Internacional: Estão abertas as vendas de ingressos para sócios

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TABELA