Reinier e Flamengo em : F@%*SE A CBF

Gol de Reinier aos 43 do segundo tempo deu a vitória ao Flamengo sobre o Fortaleza
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

“Minha seleção é o Flamengo”

No dia 14 de outubro, um dia após a vitória sobre o Athlético na Arena, o Flamengo lançou a seguinte nota em seu site oficial: “O atleta Reinier permanece com a delegação por decisão do departamento de futebol. O caso está entregue ao departamento jurídico”. Com essa nota, o clube cancelava naquele momento o acordo que tinha com a CBF de liberar o atleta para o Mundial sub-17 após o jogo em Curitiba, mesmo com os retornos de Gabriel e Rodrigo Caio, que estavam com a seleção principal.

Na opinião de Jorge Jesus e da comissão, o Flamengo não era obrigado a liberar o garoto de 17 anos para um torneio que não é data FIFA, já que o Mister contava com o garoto para a maratona de jogos que acontecia até então e o nosso time sofria com muitos desfalques por lesão, suspensão e/ou convocação para as seleções. Passado um mês da decisão, creio que seja unanimidade entre a torcida, que o nosso técnico português acertou em cheio na decisão.

Foto: Alexandre Vidal

Mundial Sub-17 não é torneio para profissionais

Eu particularmente já teria vetado essa convocação antes. Mundial sub-17 é para garotos que ainda estão na categoria se ambientarem a torneios e jogos grandes com suas seleções. Reinier já está no time profissional, já tinha jogado jogos de Libertadores e Campeonato Brasileiro e num ambiente muito mais propício a evolução do que essa competição da FIFA para crianças. Alguém pode usar o argumento: “Ah, mas ali é uma vitrine para ele ser vendido”. Existe vitrine maior que jogar no maior clube do brasil, ser líder do Brasileirão e finalista da Libertadores? Provavelmente, não.

Jorge Jesus vem dando muitas oportunidades ao jovem, e ele vem correspondendo. Dois dias após a negativa na liberação, o camisa 19 fez aos 43 minutos do segundo tempo, o gol da vitória por 2×1 sobre o Fortaleza lá no Castelão. O garoto do Ninho já tem 12 jogos na temporada, com quatro gols e duas assistências. Mais do que apenas números, Reinier vem mostrando qualidade, vem melhorando a cada jogo, sendo cada vez mais importante para o elenco.

Foto: Alexandre Vidal

Reinier e Flamengo até 2024

Como prêmio pelo desempenho crescente que vem tendo, teve seu contrato renovado até 2024. A polivalência de Reinier também é um ponto forte a seu favor. Sendo originalmente um 10 clássico, vem jogando mais pelas pontas com Jorge Jesus e nos últimos dois jogos, fez até a função de centroavante por algumas vezes nos revezamentos com Gabriel e Bruno Henrique. O garoto de Brasília já se tornou um décimo segundo jogador do Mister, sendo ao lado de Vitinho, os dois que mais entram no decorrer dos jogos.

O Flamengo teve uma atitude de coragem. Peitou a CBF, e mostrou que os clubes SEMPRE serão mais importante que qualquer seleção. São eles que investem desde a base, que pagam salários, que cuidam na hora das lesões, que perdem e ganham dinheiro com os jogadores. Ok, que temos exemplos como o Vasco com o garoto Talles Magno, que não tem essa coragem hoje, por precisar do dinheiro de vendas para fechar as contas. Mas o caso Reinier e Flamengo pode ser um marco nas relações clubes-CBF.

Reinier no jogo Flamengo x Corinthians
Foto: Alexandre Vidal

Precisávamos do Reinier numa reta final de Brasileirão, com jogos quarta e domingo e numa semifinal de Libertadores. Seria caso de travar a liberação até se fossem esses amistosos caça-niqueis que a seleção principal faz. O garoto tem futuro, é muito bom de bola, consciente, tem boas arrancadas e dribla bem. Ainda tem coisas a melhorar? Óbvio, como qualquer jovem de 17 anos que já está no profissional. Mas não vai ser um torneio para crianças de 15 anos que vai deixar ele mais pronto do que jogar aqui no Flamengo.

Então, dito isto: NOSSA SELEÇÃO É O FLAMENGO, F@%*SE A CBF !

SRN

 

Gabriel Fareli

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada