Pelé – há 40 anos, vestia o Manto Sagrado.

O maior jogador de todos os tempos, Pelé, vestiu o manto sagrado... a camisa 10 de Zico.

0
341
40 anos de Pelé com o manto
Em 1979, Pelé e Zico, juntos pelo Flamengo no Maracanã.

O dia 6 de abril é histórico e especial para todos os rubro negros. A cidade maravilhosa parou, foi um carnaval fora de época. O ano era 1979, onde o maior jogador de todos os tempos, Pelé, vestiu a camisa do Flamengo e atuou ao lado do rei Zico, no Maracanã.

Aos 38 anos, um ano e meio depois de ter pendurado as chuteiras atuando pelo Cosmos, Pelé retornou ao gramado do maracanã, local histórico para ele (fez o gol de número 1.000 atuando pelo Santos contra o Vasco) para atuar pelo Flamengo em um amistoso contra o Atlético-MG, por uma causa nobre.

Em janeiro e fevereiro daquele mesmo ano, Minas Gerais sofreu com fortes chuvas, ocasionando enchentes, deixando 246 mortes e milhares de desabrigados. Com o triste ocorrido, Flamengo convidou Pelé para o amistoso, com o propósito de reverter toda a renda para as vitimas de seu estado natal. A renda da partida foi de CR$ 8.781.290,00, com um público de 139.953 pagantes.

Pelé vestiu a camisa 10

Para o amistoso, Pelé chegou ao Rio de Janeiro uma semana antes para participar dos treinamentos na Gávea junto aos jogadores do Flamengo para aprimorar a forma.

Na verdade, ninguém estava preocupado com a forma física e entrosamento do Pelé e sim, qual seria o número da camisa que ele iria vestir, já que a camisa 10 era de Zico.

Curiosidade essa que terminou no vestiário, no dia do jogo, Zico pediu para jogar com a camisa de numero 9 e cedeu a camisa 10 para Pelé em forma de homenagem.

E quem sairia daquela equipe para Pelé jogar? Pois para muitos, era considerada uma das maiores equipes da história do Flamengo. E sendo assim, sobrou para o Adílio.

Flamengo vence de goleada

Na partida, Pelé mostrou que ainda estava em boa forma e se movimentou bem, fazendo ótimas jogadas com Zico e Tita. Mas foi o Atlético-MG que saiu na frente do placar, aos 21 minutos com Marcelo Oliveira (hoje, treinador).

Aos 35 minutos, Tita foi derrubado na área por Luizinho, pênalti marcado. A torcida rubro negra foi ao delírio, clamando por Pelé na batida. Zico pegou a bola e entregou ao tri campeão mundial, que abriu mão, deixando para o camisa 9 bater e marcar. Zico empatou a partida e o primeiro tempo em 1×1.

Para o segundo tempo, Pelé não retornou, cedendo o lugar para Luisinho das Arábias. Curiosamente, sem Pelé em campo, o espetáculo ficou por conta do rei, Zico e o Flamengo marcou mais 4 gols – sendo 2 de Zico, 1 de Luisinho e outro de Cláudio Adão. Placar Final: Flamengo 5 x 1 Atlético-MG

O placar da partida e os 3 gols de Zico ficou marcado na história e na memória dos rubro negros naquela noite, mas isso foi o menos importante, pois ver o maior jogador de todos os tempos, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé com o manto sagrado em oportunidade única, e atuando ao lado do Zico, foi sem dúvida o mais importante.

Flamengo 5 x 1 Atlético-MG

Data: 6 de abril de 1979
Local: Maracanã
Público: 139.953 pagantes
Renda: CR$ 8.781.290,00
Árbitro: Walquir Pimentel
Auxiliares: José Carlos Moura e Roberto Coelho

Gols: Marcelo (21 do primeiro tempo), Zico (35, 10 e 14 do segundo tempo), Luisinho (28) e Cláudio Adão (39)

Flamengo: Cantarelli, Toninho, Rondinelli (Nelson), Manguito e Júnior; Andrade, Carpeggiani (Ramirez) e Pelé (Luisinho); Tita, Zico (Cláudio Adão) e Júlio César (Reinaldo). Técnico: Cláudio Coutinho

Atlético-MG: João Leite, Alves, Osmar, Luisinho e Hilton Bruniz; Toninho Cerezo, Marcelo (Carlinhos) e Paulo Isidoro; Serginho (Pedrinho), Dario e Ziza (Vilmar). Técnico: Procópio Cardoso

 

Então, todos já sabem né?! O Rei vestiu o manto sagrado… e o Pelé também!!!

Saudações Rubro Negra

Xandy Love

Eu teria um desgosto profundo se faltasse o Flamengo no mundo

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here