Futebol ProfissionalHistória do Flamengo

Os escudos do Flamengo ao longo dos 124 anos

Você lembra como foi a evolução dos escudos do Flamengo ao longo dos anos?

Em comemoração de um ano do Redação rubro-negra, estamos com uma programação especial ao longo dessa semana. Toda a história do Mais Querido será contada por nós com todo carinho, para amenizar a saudade do Flamengo em campo nessa época difícil. E então, vamos relembrar os escudos?

 

Primeiro escudo do Flamengo

O escudo acima foi o primeiro da história do Clube de Regatas do Flamengo.

Escudo

Com o passar do tempo, o escudo foi evoluindo e sendo modificado, e mais tarde acabou por se tornar o escudo de remo do clube, conhecido por suas cores, vermelho, preto e dourado.

O que muda do segundo? Apenas o detalhe em dourado que agrega ao escudo um valor e tom especiais.

Escudos Flamengo

Este foi o primeiro projeto do atual símbolo usado pelo Flamengo. Nota-se duas diferenças: Ele é mais largo e as iniciais CRF são estilizadas.

Escudos flamengo

Escudo que trazia consigo a estrela do campeonato mundial e ainda quatro estrelas representando o até então tetra-tri carioca.

Escudo usado até 2018

O escudo mais usado. Até 2018 permaneceu como escudo principal do clube.

Escudo flamengo

O Flamengo notou depois de um tempo, que apenas a sigla do clube, CRF, faria sucesso nas camisas. E até hoje, o clube estampa em bordado a sigla, deixando de lado o escudo.

Escudo do ano mágico

Modelo usado em 1981 no ano de ouro do Flamengo.

Escudo com a estrela do campeonato mundial

E por fim, o escudo que foi utilizado nos últimos anos. Apenas a sigla com a estrela do mundial em cima.

Evolução dos escudos

A evolução ao passar dos anos até chegar no atual:

Escudos do Flamengo

O atual escudo, com algumas remodelações:

Atuais escudos do Flamengo

 

As fotos foram retiradas aqui.

Sobre o atual escudo

Em abril de 2018 o Flamengo anunciou o novo. Os símbolos do clube – o monograma CRF, o escudo dos esportes aquáticos e o escudo dos esportes terrestres – passaram por reformulação, modernização e foram apresentados oficialmente ao grande público.

A partir de agora, de forma gradual ao longo dos próximos meses, as novas marcas passarão a fazer parte do dia a dia dos nossos associados e torcedores, estando presente em uniformes e equipamentos esportivos, documentos oficiais, campanhas de marketing e fachadas na Gávea, no Centro de Treinamento George Helal e na Ilha do Urubu.

“A reformulação dos escudos, mesmo que discreta para alguns, foi extremamente importante por questões técnicas, institucionais e até mercadológicas. É uma tendência entre as maiores instituições esportivas do mundo, e demos um passo de muito bom gosto, mantendo a identidade tradicional e aliando com a agilidade e a modernidade dos novos tempos. A aprovação gigantesca dentro do clube mostrou que acertamos em cheio”, disse Tabet, que apresentou o estudo de renovação das marcas rubro-negras ao Conselho Deliberativo do Flamengo em maio de 2017.

Conversamos com nosso parceiro, o designer, produtor gráfico e escritor rubro-negro Bruno de Laurentis, sobre a sua visão acerca do escudo atual do Flamengo:

“Nosso monograma e nosso escudo seguem uma linha muito coerente de evolução ao longo das décadas, com mudanças mais firmes em ciclos de uns 40 anos, sempre modernizando os traços e se ajustando ao momento da sociedade.

Monograma, escudo de esportes terrestres e escudo de esportes aquáticos são três instituições que, junto a nosso pavilhão, tem uma unidade estética ainda inquebrável e as mudanças são tão bem planejadas que causam nos que não se atentam aos detalhes a sensação de que nada mudou, como vemos em redes sociais.

A atual modernização de nosso escudo terrestre e de nosso pavilhão padronizou a espessura das faixas rubro-negras, também atualizou e transformou o monograma em uma marca de reprodução muito mais precisa e com correções tipográficas importantes, e no de esportes aquáticos trouxe os remos de volta  (o anterior parecia ter espadas).

Agora cabe ao clube exigir de licenciados, imprensa, emissoras e todo tipo de mídia que passe a usar o novo kit de identidade visual, que representa o novo Flamengo e a hegemonia que pretendemos alcançar.”

 

Entrem na home do site e acompanhe todas as notícias. Programação especial desde a fundação, cores, escudos, títulos e muito mais.

Etiquetas

Raj Danilo Carvalho

Raj Danilo, paraense, estudante de jornalismo da UFT. Apaixonado por futebol. Louco pelo Clube de Regatas do Flamengo. Até morrer, eu sou!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar