Sócio torcedor Flamengo - Flamenguista -
Alexandre Vidal, Marcelo Cortes & Paula Reis / Flamengo

Talvez fosse mais correto eu começar por frases feitas e bonitas, que dessem carga dramática às primeiras linhas, lembrando a alguns o carrossel de emoções que um Maracanã em dia de decisão pode trazer. Mas seriam apenas alguns. Como bem sabem e por civismo rubro-negro, tem o dever de perpetuar: Somos todos, menos alguns!

Assim, escrevendo para todos, devemos lembrar do amor que une a Nação Rubro-Negra. Definitivamente, esse sentimento não passa pela presença física circunstancial no Maracanã, pela quantidade e originalidade de nossos Mantos, pelos itens colecionáveis ou pela intimidade no desfile entre a Radial Oeste, a Avenida Maracanã e a Rua São Francisco Xavier.

Ser Flamenguista é se identificar com o magnetismo que somos capazes de emanar juntos e na solidão. É caminhar sempre acompanhado, sabendo do amor correspondido por uma entidade que só existe pra nos fazer seguir em frente. Vestir vermelho e preto e torcer, sem preocupação com o domínio pleno da regra, com a intimidade na identificação de cada jogador, sem qualquer tipo de compromisso formal que não seja a paixão. 

A reflexão do isolamento me faz ver e rever o Flamengo, me leva a recordar onde eu estive em cada jogo, em cada gol, me fazendo revisitar cada emoção. Me lembrei de quando a fase era ruim, dei uma volta em um passado recente duro e complicado que jamais nos arrancou a paixão, o amor, a raça e o tesão incondicional pelo NOSSO Flamengo.

Sou cada vez mais Flamenguista quando encontro com outros. Pude (ou tive) que me mudar algumas vezes ao longo da minha. Meu único pertence perene durante todos esses anos, foi o Flamengo. Carreguei comigo pelo Brasil todo, fiz amigos, conheci pessoas e lugares apenas porque eu também era um irmão de cor, de cores. O vermelho e o preto não escolhiam raça, cor, credo, classe social, nada! Bastava ser Flamengo e pronto, uma conexão se criava, um vínculo era feito, uma porta era aberta. 

Ainda que o Flamengo não esteja jogando, ele é eterno e onipresente na vida de quem se entregou a ele. Não existe férias, pandemias, guerras ou hecatombes que sejam capazes de abalar esse amor que nos une. Não existe maior alento em meio à solidão que pensar na deliciosa vaidade de revisitar tantas glórias e alegrias. É impossível não sorrir, mesmo em meio ao triste cenário, quando lembramos das linhas escritas por tantos pés carregados de magia. 

Mesmo em meio à escuridão, o Flamengo carrega luz ao coração de 40 milhões de pessoas. Ninguém será menos Flamengo por nada. O Flamengo está no coração de nós, que somos privilegiados. Quando a vida nos faz Flamengo, a melhor reciprocidade possível é fazer do Flamengo a nossa vida. Saber fazer a diferença, crer no impossível e amar incondicionalmente. Essas são mais algumas de nossas características. Nós, os mulambos! Aqueles que creem no que para os outros é inexistente. Sabemos na prática que o impossível é um entrave gramático superestimado para alguns meros mortais. Mas, como disse: somos todos, menos alguns.

Movidos pela paixão, somos capazes de ecoar nossos cantos em todo e qualquer lugar do mundo, fazendo do Maracanã um mero detalhe geográfico. Carregamos nosso templo em nossas vozes, ritos, cantos, crenças e no nosso espírito otimista e irrepreensivelmente vencedor. Ser Flamengo é compreender que não somos um meio ou um fim, não somos sequer um canal da entidade com o time. O Flamenguista compreende sua individualidade como aquilo que forma o que amamos, o todo. Nós somos o Flamengo. 

Como sempre disse, nós não falamos “vai” para o nosso time. Isso aqui é a gente, isso aqui é Flamengo. Por isso nós dizemos sempre VAMOS, Flamengo!

Por Thigu Soares

Série Histórica que nenhum flamenguista pode perder:

E se você, flamenguista, perdeu o que fizemos essa semana, o Redação trouxe uma série falando um pouco sobre a história do Flamengo, saiba mais sobre a Fundação, as cores, os símbolosos mascotes, os uniformes, os técnicosartilheirosídolos, títulos e muito mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui