Futebol ProfissionalHistória do Flamengo

O manto sagrado ao longo da história

Dando sequencia à série sobre a história do Flamengo, hoje é dia de falarmos sobre o manto sagrado e sua evolução ao longo da história do clube. 

Papagaio de vintém, o primeiro manto

Inicialmente adotando as cores azul e amarelo (ouro) nas atividades ligadas ao remo, o Flamengo passou a vestir vermelho e preto com sua equipe de futebol somente em 1912. O motivo? Os atletas do remo não permitiram o uso dos mesmos uniformes. Então, foi criada uma camisa xadrez em vermelho e preto, que ficou conhecida como papagaio de vintém.

O primeiro manto do Flamengo
Papagaio de vintém

Cobra Coral

No final de 1913, a papagaio de vintém já era vista como azarada, e logo foi substituída pelo modelo chamado de “cobra coral”. A camisa, listrada em vermelho, preto e branco, tinha as mesmas cores da bandeira da Alemanha na época, o que também não foi bem recebido, já que o país não tinha uma boa imagem. Assim, a cobra coral também na teve vida longa, sendo utilizada até meados de 1916.

Uniforme cobra coral

A chegada do rubro-negro

Nesse momento surge o primeiro modelo rubro-negro próximo ao do que temos atualmente. Com listras finas e o CRF no peito, o modelo foi utilizado até o final dos anos 70, tendo assim participado de boa parte da história do clube.

Um fato curioso é que o rei Pelé chegou a vestir esse manto, em partida beneficente no ano de 1979. O Flamengo goleou o Atlético MG por 5×1.

Pelé atuando pelo Flamengo

O primeiro uniforme branco

O uniforme alternativo foi uma sugestão do técnico Dori Krueschner, em 1938, quando o Flamengo passou a utilizar a camisa branca nos jogos. O treinador alegou que o uniforme claro era mais fácil de ser distinguido em jogos noturnos. O Flamengo foi pioneiro no Brasil, até então nenhum outro clube tinha segundo uniforme.

O uniforme branco foi mudado em 1979, quando passou a ter listras apenas nas mangas. Ele ficou especialmente marcado por ser utilizado na conquista do mundial em 1981.

Flamengo celebra título mundial de 81

Manto com Listras mais grossas

No inicio dos anos 80 o uniforme rubro-negro do mais querido passou por modificações. Agora com listras grossas e o CRF também num novo modelo. Esse, que faria parte da década de maior destaque e conquistas do clube.

Primeiro manto com patrocínio

Ainda nos anos oitenta – mais precisamente 1984 – surge uma grande novidade: o primeiro uniforme do Flamengo com patrocinador. A Lubrax estampava a parte da frente do manto rubro-negro.

Primeiro manto com patrocínio

Manto do centenário

Já com o retorno de listras mais finas e com o vermelho predominando, esse era o manto de 1995. Na manga havia a logo Fla100, em alusão aos 100 anos comemorados. Esse uniforme também ficou marcado porque no ano o Flamengo tinha o trio ofensivo dito como “melhor ataque do mundo”, formado por Romário, Sávio e Edmundo.

Romário, Sávio e Edmundo atuando pelo Flamengo

1995, um ano feio

O ano do centenário do Flamengo foi decepcionante em diversos sentidos. Se em campo os resultados foram fracos, fora dele as coisas não foram muito diferentes. Nesse ano o clube lançou o terceiro uniforme considerado um dos mais feios da história do rubro-negro.

Numa tentativa falha de resgatar as cores originais, o manto era uma mistura de azul, amarelo, preto e vermelho.

Papagaio de vintém, o retorno

Ainda em 1995, aproveitando o embalo do centenário, o Flamengo lançou uma nova versão da papagaio de vintém. Porém, mesmo após décadas, parece que o azar continuou. Ao todo foram nove partidas utilizando o uniforme, com cinco empates e quatro derrotas.

A volta do escudo

O manto lançado em meados dos anos 2000 tem uma característica especial. Depois de muito tempo o CRF perde espaço e em seu lugar entra o escudo do clube. Certamente você tem um carinho especial por ele. Foi com esse uniforme que o Flamengo conquistou o tri campeonato carioca em 2001, com gol antológico de falta marcado por Petkovic.

Petkovic comemorando gol do título carioca de 2001

O preto toma conta

Lançado no segundo semestre de 2005, esse mano se destaca por ter o preto como cor predominante. Outro fator que cabe destaque é a volta do CRF ao peito.

A inversão

O modelo seguinte, lançado em 2006, apostou na inversão de cores em relação ao anterior. Assim, vermelho novamente tomou o protagonismo. Esse uniforme ficou especialmente marcado pelo título da Copa do Brasil, em cima do Vasco.

Raridade

Considerada por muitos uma das camisas mais bonitas da história do clube. O manto lançado no segundo semestre de 2008 entrou em 2009 completamente limpo de patrocínios. Raro de se achar por aí, foi utilizado na conquista do penta tri carioca em 2009 e no inicio do brasileirão daquele ano, que terminaria na conquista do hexa.

O manto do hexa

Redesenhado pela nova fornecedora de materiais esportivos. As listras cresceram, mas não chegaram a ficar grandes. Certamente vive na memória de todo flamenguista, pois foi com ele que Ronaldo Angelim marcou o gol do hexa contra o Grêmio.

Angelim comemora gol do hexa brasileiro

Manto com botão

Lançado em 2017, esse uniforme contava com apenas com três listras. Tinha como particularidade o fato de possuir botões. Marcante por ser o ano do vice campeonato da copa sula-americana.

Um manto histórico

Lançado em 2019, esse uniforme com certeza estará sempre na memória da nação. Utilizado na conquista do carioca, brasileirão e da libertadores, esse último após 38 anos de espera.

O novo manto

Recém lançado, o novo manto chega diferente da versão anterior. Com listras grossas e um tom de vermelho mais vivo, também carrega consigo trechos do hino oficial do clube. Fica a torcida para que entre para a história assim como o do ano anterior.

Continue prendendo um pouco mais da história do Flamengo! Estamos com muitas matérias relembrando um pouco da história de 124 anos do Mais Querido do mundo!

Continuamos a nossa série histórica sobre o Flamengo, saiba mais sobre a Fundação, as cores, os símbolos, os mascotes, e muito mais!

Etiquetas

Leandro Conceição

22 anos, estudante de Jornalismo da UFRRJ. Apaixonado por futebol e flamenguista desde que me entendo por gente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar