Finanças

O Flamengo ajuda seus rivais, Sr. Aydano.

0

Um dos assuntos mais comentados na ultima semana foi a fala do jornalista Aydano Andre Motta, onde o mesmo indica a necessidade do Flamengo realizar uma ajuda financeira junto aos seus rivais (Fluminense, Vasco e Botafogo), a fim de equilibrar a disparidade que hoje encontramos no futebol carioca. O Flamengo ajuda, de fato, os seus rivais, indiretamente, como um exemplo a ser seguido, na organização administrativa que vem realizando desde meados de 2013, além de contribuir para geração de receitas e tributos para o Rio de Janeiro.

Pode parecer surreal, mas o jornalista sugeriu essa insanidade, fez tanto barulho com essa história que no programa que foi ao ar dia 22/08/19, “Acabou a Brincadeira”, apresentado pelo jornalista Carlos Cereto, continuou a defender essa bandeira que beira o absurdo.

Lédio Carmona, após o programa, de forma brilhante, resumiu o assunto como “patético” e ainda completou que a única coisa que o Flamengo poderia fazer é: “O máximo que um clube pode fazer, um clube rico em relação ao endividado é uma aula de saneamento, de boa gestão. O resto se vira e vai fazer direito”.

O Flamengo, hoje, é o trem pagador do futebol carioca e isso, pode ser provado através de diversas situações. Dentre elas, temos como beneficiada, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ).

Usando como base a prestação de contas da Federação, observamos que a mesma gerou uma receita total de R$ 26,7 milhões, com a seguinte composição:

Natureza Valor
Publicidade/Patrocinio R$ 4 milhões
Bilheteria/Renda de Jogos R$ 5,4 milhões
Direitos televisivos e comerciais R$ 12,5 milhões
Taxas de registro, transferências, … R$ 3,6 milhões
Outros R$ 1,2 milhões
Total R$ 26,7 milhões

 

É de ciência de todos que a linha de direitos televisivos possui um valor maior devido à presença do Flamengo, vide no ano em que o clube ameaçou não assinar os direitos televisivos com a Globo, o que geraria um rombo em efeito cascata aos demais clubes. No final, o clube acabou assinando (primeira comprovação de ajuda aos clubes em situação financeira ruim, vejo só, Sr Aydano).

Um outro ponto que chama bastante atenção, e que é fonte de renda da FFERJ, são as famosas taxas cobradas em todos os jogos e que aparecem no borderô.

Para se ter uma ideia, a FFERJ captou R$ 5,4 milhões em renda de todos os jogos dos clubes cariocas em 2018, e acreditem, somente em jogos envolvendo o Flamengo, seja ele como mandante, ou visitante, contra clubes do mesmo estado, foram responsáveis por R$ 2,6 milhões desse montante, praticamente metade dessa linha de receita, 9% do faturamento total da FFERJ vem graças a força da torcida do Mais Querido.

A FFERJ efetua empréstimos para clubes registrados na federação, esses não são divulgados de forma clara, nem mesmo seus prazos e taxas. (olha aí Sr. Aydano, mais uma vez o Flamengo, dessa vez gerando crédito para esses empréstimos para quem precisa).

E olha que o Flamengo em 2019vem batendo recordes de público, foi mais longe na Libertadores em comparação ao ano anterior, portanto, esse repasse para a Federação só vem a aumentar.

Essa é uma das pequenas amostras onde, de uma forma ou de outra, o Flamengo é responsável por boa parte do sustento do Campeonato Carioca e que de uma certa forma acaba ajudando seus rivais no Rio de Janeiro.

 

Saudações Rubro Negras!

Rafael Frizeiro Perez
Rafael Perez, contador formado pela UFRJ, pós graduado em Planejamento Tributário pela Mackenzie Rio e formando em LLM (Contabilidade e Direito Tributário) pela IBMEC e integrante do conselho deliberativo do Clube de Regatas do Flamengo. Rubro Negro graças a herança do falecido avô Perez, espanhol que se apaixonou pelo Mais Querido ao chegar no Brasil. Tem seu pai, Gabriel, como seu fiel companheiro de Maracanã.

    Flamengo goleia o Ceará e assume a ponta da tabela

    Previous article

    FlaeSports carimba passaporte para final do CB LOL!

    Next article

    Comments

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    TABELA