Competência: Jorge Jesus e Marcos Braz.
Competência: Jorge Jesus e Marcos Braz.
Futebol Profissional

Nunca foi sorte. Foi competência

O século XXI do Flamengo está sendo complicado. Nos primeiros anos, passamos por poucas e boas, poucas glórias, alguns times vitoriosos. E, tivemos dirigentes incompetentes, mal intencionados e outros que não tinham recurso algum. Entretanto, em 2013 tudo começou a mudar no Flamengo. Uma gestão financeira eficiente e que pensava no futuro do clube, foi ali que o Rubro-Negro começava a ver uma luz no fim do túnel.

Nos anos seguintes, nós vivemos mais anos de altos e baixos, grandes expectativas, grandes decepções e mesmo com o clube investindo mais, o Flamengo continuava bagunçado e os títulos não vinham. Por isso, a torcida estava muito insatisfeita e mesmo com a melhora financeira, a falta de títulos incomodou e a torcida exigia mudanças pra 2019.

2019:

Muitos podem atribuir o ano mágico do Flamengo em 2019 a sorte. Entretanto, não chegou nem perto disso. Chegou uma nova diretoria, com novos pensamentos e com algumas mudanças a fazer. Entretanto, mantendo a ideia financeira de recuperar o clube. Mas, a primeira mudança foi: fazer contratações mais pontuais. Anteriormente, o Flamengo saía contratando diversos nomes que acabavam não gerando retorno e as vezes mal jogando. Então, ao contrário dos anos anteriores, o Flamengo foi perfeito nas contratações, foi pontual e reforçou seu elenco com competência. Exemplos:

  • Rafinha: Eleito melhor lateral direito do Brasil e da América
  • Rodrigo Caio: Eleito o melhor zagueiro do Brasil e da América
  • Pablo Marí: Eleito o melhor zagueiro do Brasileirão.
  • Filipe Luís: Eleito o melhor lateral esquerdo do Brasil e da América
  • Gerson: Eleito o melhor volante do Brasileirão
  • Arrascaeta: Eleito o melhor meia do Brasileirão e da Libertadores
  • Gabigol: Eleito o melhor atacante da América e do Brasil
  • Bruno Henrique: Eleito o melhor jogador do Brasileirão e da Libertadores e o segundo melhor do Mundial.

Esses 8 nomes foram as únicas 8 contratações do Flamengo em 2019, todos terminaram o ano como titulares e ganharam prêmios individuais. Sem contar o técnico Jorge Jesus, eleito o melhor técnico do Brasil. Portanto, isso prova toda a competência da diretoria nas contratações.

Competência diretoria. Flamengo campeão da Libertadores
Foto: Ernesto Benavides/AFP
2020:

Para esse ano que se inicia nessa semana, a diretoria do Flamengo pretende manter a mesma ideia do ano vitorioso que foi 2019. O primeiro objetivo é comprar definitivamente o Gabigol, um dos principais nomes de 2019. Em seguida, a diretoria planeja fazer contratações pontuais para o banco de reservas, em algumas posições que o Flamengo tem certa carência, como a já anunciada, contratação do atacante Pedro Rocha.

Portanto, com a competência do trabalho sendo mantida, tanto da diretoria, quanto dos jogadores e comissão técnica, o Flamengo entra como forte favorito pra todas as competições em 2020.

Enfim, quero desejar a todos um feliz ano novo, que esse ano esse repleto de alegrias pra gente, e que levantemos muitas taças. SRN

Obrigado por ler! Se puder ler minha última coluna estaria me ajudando e ajudando demais o site! Me siga (@Lucas_SilvaCRF) no Twitter  e siga o Redação Rubro-Negra (@Red_RubroNegra) no Twitter e no Instagram (@redacaorubronegrah). Contudo, se discordou ou concordou com algo que eu disse, ou lembrou de algo que eu deixei de fora, escreva nos comentários! Críticas, contanto que educadas e construtivas, sempre são bem-vindas! SRN.