Futebol Profissional

Morre aos 80 anos Marilene Dabus, sócia emérita e ex-vice-presidente de comunicação do Flamengo

0
–

Marilene Dabus. Foto: CR Flamengo

A jornalista Marilene Dabus faleceu nesta sexta-feira (17), vítima de um câncer. A “Moça do Flamengo” se tornou conhecida por ter sido a primeira repórter mulher cobrir futebol no Brasil. Sócia emérita e remida do Flamengo,  com 58 anos de vida associativa, ela também foi vice-presidente do departamento de comunicação do clube nos anos 1980.

O perfil oficial do Flamengo lamentou o óbito em seu Twitter. Também foi anunciado que haverá um minuto de silêncio antes da partida Macaé x Flamengo de amanhã, sábado, às 16h, em homenagem à Marilene.

Sua trajetória profissional começou quando foi convidada pela TV Tupi para comentar sobre o Flamengo no programa “Vença com o Vencedor”, em 1968. Torcedora desde pequena, não demorou para que Marilene conquistasse a torcida rubro-negra com seus conhecimentos. Por isso, ela começou a ser conhecida como “Moça do Flamengo” e conseguiu o posto de setorista do clube

Marilene passou a ser repórter da seleção brasileira durante as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1970, quando João Saldanha ainda era técnico. Ela também fez parte da formação da FAF (Frente Ampla pelo Flamengo), movimento político no final da década de 1970 que causou a primeira eleição de Márcio Braga como presidente. Surgiu dela a ideia do nome “Ninho do Urubu” para o centro de treinamento em Vargem Grande.

Gabriel Salotti
Amante do futebol e apaixonado por Flamengo. Frequentador de Maracanã, boteco em dia de jogo, recepção de jogadores e de AeroFlas. Estudante de jornalismo no 7º período pelo Ibmec-RJ.

É possível superar 2019?

Previous article

Os reservas do Flamengo estão em ‘oto’ patamar

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou do site ? Espalhe essa onda Rubro Negra

Instagram