E-SportsFutebol Profissional

Lol em 2020: o que muda no Flamengo eSports 

0

ano de 2019 para a equipe rubro-negra foi de altos e baixos. No primeiro split do CBLol, o Flamengo eSports, cotado como provável campeãodeixou o título escapar para a equipe da INTZ. No segundo split, a atuação foi digna do título inédito conquistado. 

desempenho no segundo split deixou os torcedores brasileiros animados, que apostaram em uma boa performance do time no Mundial, disputado na Europa. Mas, o nível profissional de jogo estrangeiro mais uma vez mostra o quanto nós ainda precisamos investir em e-sports.  

Tudo começou com muita esperança quando o clube mostrou garra diante da temida DAMWON Gaming e quando venceu a equipe turca Royal Youth. Essa vitória rendeu à comunidade lolzera diversos memes no Twitter. Mas, adiante, a superioridade técnica e a calma para resolver os conflitos dos jogos dos adversários falaram mais alto. O Flamengo deixou o Mundial com apenas uma vitória em cinco jogos. 

–Flamengo campeão da segunda etapa do CBLol. Créditos: Divulgação/Riot Games.

Quem sai e quem entra  

janela de transferências foi aberta e muitas novidades rondaram o clube rubro-negro. O atual campeão do CBLol traz em sua composiçãoalém de uma nova gestão, novos pro-players. Com a saída do atirador Felipe “brTT” Gonçalves para a paiN Gaming, a do caçador Lee “Shrimp” Byeong hoon com intenção de voltar ao mercado internacional, a do topo Leonardo “Robo” Souza, que vai disputar o campeonato pela Vivo Keyd, o Flamengo investiu em grandes nomes para continuar a saga de manter o título na casa carioca.  

atirador substituto Gabriel “Juzo” Nishimura também encerrou o seu contrato com o rubro-negro, junto com os heads coachs Gabriel “Von” Barbosa, que aceitou o convite para comandar a Redemption, e Jordan “Grey” Corby. O meio Bruno “Goku” Miyaguchi, o suporte Han “Luci” Chang-hoon e o analista Seong “Reven” Sang hyeon continuam na equipeVeja como ficou a escalação para o ano que vem: 

Topo – Ucheol WooFe Chung (free agent) e AlvaroVvert Miguel (Falkol)
Caçador – Filipe “Ranger” Bairros (KaBuM!) e Wyllian “Asta” Adriano (Team oNe)
Meio – Bruno “Goku” Miyaguchi e Eduardo “Aslan” Nunes (CNB)
Atirador – Luis “Absolut” Felipe (Team oNe)
Suporte – Han “Luci” CHang-hoon e Gabriel Jojo Dzelme (Team oNe)
Comissão Técnica – Thiago “Djoko” Maia (paiN Gaming) 

O que esperar do novo time 

O Flamengo eSports trouxe em sua escalação jogadores que tem total competência para manter o título do atual campeão brasileiro. Escolher o Ranger como caçador foi uma decisão muito assertiva, uma vez que, assim como o talentoso Shrimp, ele tem jogado excelentes partidas nessa lane.

Shrimp deixou seu legado no Flamengo e certamente não será esquecido ou substituído, mas Ranger tem total controle da jungle e poderá fazer a comunidade do lol tão apaixonada como no caso do coreano. Absolut também é um grande nome do cenário local e Jojo foi eleito revelação no Prêmio CBLoL. A contratação de WooFe tem uma história a mais: ele foi companheiro de Luci na Ever8 Winners da Coreia do Sul. Com certeza, essa experiência conjunta vai dar o que falar no CBLol.

FlaBasquete fecha o ano líder do NBB

Previous article

A marca mais valiosa do Brasil!

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou do site ? Espalhe essa onda Rubro Negra

Instagram