Futebol Profissional

Flamengo junta os cacos para jogar futebol

Hora de juntar os cacos e jogar futebol

Flamengo, quase uma semana se passou da tragédia que afetou o ninho do urubu e levou precocemente 10 jogadores da nossa base, Depois disso o Flamengo entra em campo para jogar uma semifinal contra um perigoso Fluminense que é franco-atirador, portanto pode complicar nossa vida senão jogarmos bola.

Acompanhando time desde o início do campeonato, percebemos uma pequena evolução jogo a jogo.

Claro que muitos times do Campeonato Carioca não servem de parâmetro para medir a atuação de ninguém; mas é notória a melhora da equipe ao longo dos jogos.

Os onze titulares do Flamengo de Abel

O time base de Abel Braga tem: Diego Alves; Pará, Rodolpho, Rodrigo Caio e René; Cuellar, Willian Arão, Diego e Éverton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol, os dois últimos parecem ter conquistado a posição de titular.

No papel parece uma ótima equipe no entanto precisa dar jogo a esse time para se ter o entrosamento ideal.

Alguns jogadores tem se destacado nesse início de temporada, como é o caso de Diego Ribas que parece ter recuperado o bom futebol que não se vê desde 2016.

O camisa 10 tem soltado a bola com mais velocidade, tem dado passes em profundidade buscando sempre colocar o companheiro na cara do Gol.

Bruno Henrique é a contratação de maior destaque neste inicio de ano pelo Flamengo

Bruno Henrique caiu como uma luva nesse time.  A cima de tudo ele cobriu a lacuna deixada por Vinicius Junior e que foi assumida por Vitinho sem o êxito esperado, parece ter encontrado o jogador ideal para atuar naquele setor.

Bruno é muito rápido, busca sempre o drible em velocidade e decide as jogadas com rapidez.

Rodrigo Caio aos poucos vem conquistando a torcida Rubro Negra.
O jogador parece não ter sentido o peso do manto.

Muito rápido nas antecipações e qualidade no passe para começar jogadas, tem sido a marca do novo xerife do Flamengo.

Everton Ribeiro vem oscilando nas partidas e mesclando boas atuações com momentos apagados, tudo dentro do mesmo jogo.

Willian Arão ainda não tinha se encontrado mas o último jogo deixou uma boa impressão.

Cuellar nem precisamos comentar.
Esse monstro sagrado dispensa comentários.
Seguro como sempre, passe apurado e a raça que lhe é peculiar.

Ainda esperamos que outros jogadores como Gabigol, Vitinho e Arrascaeta possam nos dar muitas alegrias.

Em conclusão… Vamos esquecer os nomes e colocar o futebol em jogo.
Futebol são 11 contra 11, e se nossos 11 são melhores, precisamos nos impor e fazer valer o favoritismo.

Avante Flamengo!

Saudações Rubro Negras!

 

Leonardo Monteiro

Sócio contribuinte e sócio torcedor do Clube de Regatas do Flamengo, Empresário, Profissional de Marketing , Colunista do Site Redacaorubronegra.com.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar