Futebol Profissional

Gabigol caminha a passos largos para o Olimpo rubro-negro

gabigol
Gabigol no caminho da artilharia histórica. / Foto: Paula Reis/Flamengo

Em 2019, 43 gols em 59 partidas. Em 2020, 9 gols em 7 partidas. No total, 52 gols com a camisa rubro-negra. Esses são os impressionantes números de Gabigol pelo Flamengo.

Em 2020, o atacante rubro-negro tem média de 1,29 gols por partida e já deu 3 assistências. Tudo isso em apenas 7 jogos. Gabigol já é o artilheiro do Brasil, seguido por Gilberto, do Bahia, e Nenê, do Fluminense. Ambos com 7 gols.

Em seu segundo ano de Flamengo, o artilheiro não cansa de quebrar recordes e vai atrás de mais um: se tornar o maior artilheiro do Flamengo no século XXI. Com 52 gols, Gabriel é o segundo maior artilheiro do clube no século, atrás apenas de Renato Abreu, que soma 73 gols.

No entanto, parece que Gabigol não ficará em segundo por muito tempo. O começo arrasador do atacante em 2020 dá ao torcedor a expectativa de que será ainda melhor do que em 2019. Gabigol fez gol em todas as partidas que disputou até o momento, e vem sendo muito participativo nos outros gols da equipe.

Abaixo, a lista dos maiores artilheiros do Flamengo no século XXI:

Renato Abreu – 73 gols

Gabriel Barbosa – 52 gols

Obina – 47 gols

Vágner Love – 47 gols

Léo Moura – 47 gols

Hernane Brocador – 45 gols

Gabigol caminha para ser um dos maiores artilheiros da história do clube

Para a torcida, Gabriel já é um ídolo incontestável. Não só pelos gols e títulos, mas pela sintonia que mostra estar cada dia maior com a Nação. Alguns já até se perguntam se o atacante já é o maior ídolo pós Zico. Gabigol, inclusive, esquivou ao ser comparado ao maior ídolo da história rubro-negra: “Impossível me comparar com Zico. O Zico está em outro patamar” – disse o artilheiro rubro-negro.

Ainda que mantenha a humildade, é nítido que Gabriel sabe que já está marcado para sempre na história rubro-negra. Porém, mesmo com a sequência incrível de gols, Gabigol ainda está um pouco longe de entrar pra seleta lista dos maiores artilheiros da história do clube.

A lista é composta por:

Zico – 509 gols

Dida – 264 gols

Henrique – 216 gols

Pirillo e Romário – 204 gols

Não é, de maneira alguma, impossível, que Gabigol chegue a essa galeria. Mantendo a sequência de gols, o atacante pode sim chegar ao hall dos maiores artilheiros rubro-negros da história.

gabigol
Gabigol se torna cada vez mais ídolo a cada jogo. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O próximo desafio do artilheiro rubro-negro é na Quarta (04), pela estreia na Libertadores contra o Júnior Barranquilla, na Colômbia. Será mais um jogo em que podemos ver, novamente, a “plaquinha” levantada.