Gabigol é o centroavante ideal?

0
184
Alexandre Vidal / Flamengo

Atacante rubro-negro é o artilheiro da equipe na temporada, mas tem perdido muitas chances de gol. Fica a pergunta: Gabigol é o centroavante ideal?

Gabriel Barbosa, mais conhecido como ‘Gabigol’, chegou ao Flamengo no início do ano cercado de expectativas. Após ser artilheiro do brasileirão 2018, com 18 gols em 35 partidas, seu futebol voltou a chamar a atenção de todos.

Na atual temporada, Gabigol balançou as redes 16 vezes em 28 partidas oficiais. Os números analisados friamente podem parecer uma boa média para muitos, mas a realidade é outra…

Gabi “perde” gol

Tem chamado a atenção a quantidade de oportunidades claras que o atacante desperdiça. Quem acompanha os jogos do Flamengo, já conhece o roteiro: Gabigol sempre necessita de três ou quatro chances claras para guardar um gol.

O atacante, que faz um excelente trabalho de marketing pessoal nas redes sociais, até aqui tem escapado das críticas da torcida. Seus deslizes na frente da baliza, ainda não causaram grandes danos ao clube, que tem mostrado enorme poderio ofensivo.

Um atacante mais incisivo, com instinto de ‘matador’ de fato, poderia estar deitando na artilharia de todos os campeonatos que o Flamengo disputa ou Gabigol tem feito um bom trabalho?

Com um setor ofensivo recheado de grandes jogadores, hoje o Flamengo é uma verdadeira máquina de criação

As alternativas

Assistindo a partida contra o Athletico Paranaense na última quarta-feira, um jogador em especial me chamou a atenção: Marco Ruben.

O camisa 9 do furacão, mesmo sem tocar tanto na bola, se mostrou um jogador fatal. Ele é o tipo de atacante que você até esquece que está em campo, mas, numa bola boa que recebe, define a partida.

Marco Ruben marcou duas vezes, porém, ambos os gols foram anulados. Mas, a sua eficiência merece ser destacada e servir de exemplo.

No atual elenco, nossas opções são Lincoln, Vitor Gabriel e Bruno Henrique. Lincoln, em minha opinião já deveria ter sido emprestado por ter desempenhos fracos quando lhe são dadas oportunidades. Criou-se muita expectativa quando subiu aos profissionais, que até agora não se confirmaram.

Já, Vitor Gabriel, me agrada muito. O garoto tem excelente porte físico e arrancada, guardadas as devidas proporções, me lembra muito o estilo de Adriano, o ‘Imperador’. Porém, por algum motivo inexplicável, nunca recebeu chances em sua posição original com a equipe titular.

Bruno Henrique já atuou algumas vezes na função e não foi mal. Tem altura, cabeceia bem, mas, no meu modo de ver, atuar como um centroavante de ofício limita muito o seu talento.

A diretoria tem mapeado o mercado e colocado nosso setor de inteligência para trabalhar. A chegada de um novo centroavante é vista como necessária pelo treinador Jorge Jesus.

Devemos confiar em Gabigol?

A principio, considerei equivocado os valores colocados para a contratação de Gabigol. Com todo respeito ao atacante, mas está longe de valer mais de R$1 milhão por mês de salário.

Ainda tenho minhas dúvidas se Gabigol vale os milhões de euros que a Inter pedirá no final do ano. As diversas competições disputadas pelo Flamengo reservam provas de fogo ao atacante.

A disputa por posição promete ser acirrada, e ele terá que continuar mostrando serviço se quiser manter sua vaga. Oportunidades de sobra para mostrar se realmente é o 9 que a nação merece.

Independente de qualquer coisa, torço sempre para o bem do clube. Vamos aguardar o desenrolar da temporada, e quem sabe, Gabigol queime minha língua até lá.

Por Leandro Conceição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here