Futebol Profissional

Flamengo x Globo: vai começar a guerra

Flamengo x Globo

A relação Flamengo x Globo que sempre foi de ótimo nível, cordial e com até alguns “mimos” pode estar realmente abalada e com cara de briga de casal que até bloqueia o outro em todas as redes sociais possíveis. Tudo começou com a recusa do Flamengo em aceitar a proposta da Globo para renovar a cessão dos direitos de transmissão do campeonato carioca. Segundo o Mais Querido, a posição da emissora em só renová-lo mantendo exatamente as mesmas condições comerciais acertadas em 2016, não levando em conta a nova fase do Flamengo e nenhum dos pontos sugeridos pelo clube para uma possível renovação.” é o principal motivo para a não renovação do contrato.

A emissora se defendeu em nota, dizendo que o valor pedido pela diretoria do time rubro-negro está muito acima do acerto já feito com os outros clubes e a Federação do Rio de Janeiro”. Independente de quem esteja certo ou errado, o que já dá pra entender é: O Flamengo para fechar um novo acordo, pediu mais do que o último acordo feito e sem dúvida, mais do que os rivais pediram, e a Rede Globo não quer pagar esse valor. Tudo normal numa negociação de direitos televisivos, ou em qualquer tipo de negociação.

Os dois lados não falaram em valores, mas segundo alguns jornalistas apuraram, o Flamengo pediu R$ 81 milhões de reais para renovar os direitos do Cariocão. Praticamente 5 vezes mais do que recebem Vasco, Botafogo e Fluminense pelo mesmo acordo, visto que os rivais recebem R$18 milhões da empresa dos irmãos Marinho.

Flamengo x Globo
Presidente Rodolfo Landim Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Segundo o texto do nosso amigo Rafael Perez aqui no Redação: “Como parâmetro para se chegar ao valor solicitado, o Flamengo utilizou o Campeonato Brasileiro como base, tendo em visto que o mesmo recebe cerca de R$ 15,4 milhões por mês no periodo do campeonato nacional para os jogos transmitidos em pay per view, já na TV aberta e paga no mesmo campeonato, o mais querido fatura R$ 11,6 milhões, somando os dois, o clube fatura R$ 27 milhões fixos por mês.”

Levando em conta que o campeonato estadual dura cerca de 4 meses, o Mais Querido fez uma pedida inicial de R$ 108 milhões, porém na contra proposta aplicou uma redução de 25% sobre o valor levando em conta a queda do nível de importância do torneio em comparação ao nacional.

Com esse imbróglio, quem tá sofrendo são os torcedores rubro-negros e alguns rivais. Já que os jogos do Flamengo não estão tendo transmissão na TV Fechada e nem na aberta, o jeito tá sendo recorrer ao bom e velho radinho. Ou quem tiver paciência, acompanhar por aqueles links piratas de pessoas filmando com o próprio celular. Eu não tenho essa coragem, prefiro as emissoras de rádio.

–
Rotina até agora em 2020: jogos sem transmissão.
Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Entretanto, tudo ainda parecia estar dentro da normalidade. Até que na quinta-feira (30), o Flamengo entrou na justiça contra a emissora , alegando divergências no contrato dos direitos de transmissão do campeonato brasileiro. O clube afirma que a proposta pelas transmissões do período 2019-2024, previam contratos diferentes para cada tipo de mídia, o que nunca ocorreu.

O Fla entende que : “caso, por qualquer motivo, as partes deixem de celebrar os contratos individuais, fica certo e ajustado que esta proposta valerá como contrato definitivo, sendo complementada pelas disposições previstas nos Contratos de Cessão de Direitos para as temporadas de 2012, e 2012 a 2018”. Diante da falta de acordo, o Flamengo decidiu questionar juridicamente valores de cessão dos direitos de transmissão, receitas de pay-per-view e outras receitas.

Coincidência ou não, a Rede Globo resolveu pegar pesado com o clube nos últimos dias, e esse final de semana promete ser ainda mais quente. Domingo, o Esporte Espetacular promete uma matéria sobre o incêndio que matou os 10 garotos no Ninho do Urubu, não que o tema não seja plausível e e que não se deva cobrar, mas será interessante observar o tom da matéria após essas disputas nos bastidores que vêm ocorrendo.

Flamengo x Globo
Garotos do Ninho: Quase 1 ano da tragédia.

Já tivemos matéria essa semana com acusações contra o Rafinha. Segundo a reportagem do Jornal OGlobo, o lateral direito (através da sua empresa, a R13 Fussball) passou a agenciar alguns atletas do elenco rubro-negro como o zagueiro Matheus Dantas. Antes de Rodinei se transferir para o Internacional, o mesmo já estava sendo agenciado por Rafinha. Aliás, a R13 Fussball também agencia o zagueiro Léo Pereira, que veio do Athlético. Todas essas situações geram conflito de interesses, o que é no mínimo antiético.

Flamengo x Globo
Rafinha empresário-jogador promete ser um tema ainda debatido nas próximas semanas.
Foto: Alexandre Vidal

Ontem, também no O Globo, tivemos a notícia de que a família do ex-goleiro Christian Esmério entrará com ação na justiça do Rio cobrando ação e indenização no valor de aproximadamente R$ 9 milhões de reais. Sem dúvida, não estou aqui para passar pano para a atitude do clube, inclusive sou um dos que mais cobram que os acertos com as famílias já tinham que ter ocorrido a muito tempo, sem sofrimento, sem ter que forçar os familiares a ter que brigar por dinheiro, depois de sentir a imensurável dor que deve ser perder um filho.

Mas há a curiosidade em saber porque somente agora todas essas matérias estão vindo a tona? Será alguma espécie de retaliação? Devemos esperar nos próximos dias, mais matérias sobre os nossos 10, principalmente porque estamos a pouco mais de uma semana de se completar um ano da tragédia. A porrada vinda da imprensa no geral já seria pesada, com a ajuda da força da Tv Globo, os próximos dias prometem fortes emoções.

Já tivemos diversos outros exemplos de que comprar briga com a maior emissora do Brasil, costuma trazer danos pesados a quem se presta a esse desafio. O Flamengo está brigando pelo que acha seu direito, e a Globo está defendendo o seu ponto de vista. A relação que já foi de “Mãe e filho”, tem tudo para se tornar de “Genro e Sogra”.

 

Por : Gabriel Fareli

 

 

Gabriel Fareli

Pai do Enzo. Rubro-Negro. Estudante de Jornalismo (3/8). Apaixonado por Samba/Pagode.

2 Comentários

Clique aqui para publicar um comentário

  • Rubro Negro fanático aqui. Não acho que nenhuma reportagem ou materia ou seja lá como queiram chamar falando dos nossos 10, será exagerada. P clube escolheu o silêncio então q aceite a porrada. Quem acaba sofrendo é p torcedor que não tem nada com isso mas precisa ficar nesse fogo cruzado. A Globo quando quer sabe sensacionalista melhor q qualquer outro, mas nesse caso seria notícia. Seria cobrança seriam fatos. Dou na gente daí acabamos achando ser perseguição mas estão fazendo o trabalho deles. Simples.

    • Na minha opinião o clube esta correto, fez uma oferta e as familias não aceitaram. Ser justo não é pagar o que a familia acredita ser o valor da vida “morte” de seu filho. O Flamengo tentou, eles não aceitaram, logo o caminho vai para decisão judicial e ai o clube não deve falar absolutamente nada, ele deve apresentar seus argumentos na justiça e esperar a decisão para acata-la. Como CPF somos sentimentais fisicamente e nossos sentimentos acabam indo para o lado de fazer qualquer coisa que as familias pedirem, mas o Flamengo é CNPJ e ainda bem que as pessoas que administram o Fla não se esquecem disso. Torço para que cheguem a uma solução boa para as familias e correta para o clube.

Colunistas

Gabriel Fareli

Pai do Enzo. Rubro-Negro. Estudante de Jornalismo (3/8). Apaixonado por Samba/Pagode.

Gabriel Fareli

Pai do Enzo. Rubro-Negro. Estudante de Jornalismo (3/8). Apaixonado por Samba/Pagode.

Gabriel Fareli

Pai do Enzo. Rubro-Negro. Estudante de Jornalismo (3/8). Apaixonado por Samba/Pagode.