Futebol Profissional

Flamengo estreia na Libertadores 2020 contra Júnior Barranquilla e retrospecto

estreia

O Flamengo estreia na Libertadores 2020 como o time à ser batido, o atual Campeão, porém alem dos desfalques e do Júnior Barranquilla, o rubro-negro enfrenta também o retrospecto.

O Flamengo vai para sua 16ª participação, e no retrospecto o rubro-negro tem 42% de aproveitamento com 4 vitórias, 7 empates e 4 derrotas em estreias.

A última vitória em estreia foi ano passado, contra o San Jose, em Oruro, com gol de Gabigol. As outras vezes em que o time rubro-negro saiu vitorioso foram contra o San Lorenzo (2017), Universidad Católica-CHI (2010) e o Santos (1984).

Contando apenas equipes de fora do Brasil, o Flamengo perdeu quatro vezes, empatou três vezes e venceu três. Contra brasileiros, o time carioca jogou cinco partidas entre 1981 e 1993. Foram quatro empates e uma vitória, contra o Santos, em 1984.

Veja todas as estreias do Flamengo na Libertadores

1981 – Atlético Mineiro-BRA 2 x 2 Flamengo

1982 – Peñarol-URU 1 x 0 Flamengo

1983 – Grêmio-BRA 1 x 1 Flamengo

1984 – Flamengo 4 x 1 Santos-BRA

1991 – Flamengo 1 x 1 Corinthians-BRA

1993 – Internacional-BRA 0 x 0 Flamengo

2002 – Flamengo 0 x 1 Once Caldas-COL

2007 – Real Potosí-BOL 2 x 2 Flamengo

2008 – Coronel Bolognesi-PER 0 x 0 Flamengo

2010 – Flamengo 2 x 0 Universidad Católica-CHI

2012 – Real Potosí-BOL 2 x 1 Flamengo

2014 – León-MEX 2 x 1 Flamengo

2017 – Flamengo 4 x 0 San Lorenzo-ARG

2018 – Flamengo 2 x 2 River Plate – ARG

2019 – San Jose (BOL) 0 x 1 Flamengo

 

Jerônimo Jr.

Engenheiro nas horas vagas, rubro-negro em todos os tempos. A máxima de tudo pelo Flamengo aqui é seguida à risca!

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Colunistas

Jerônimo Jr.

Engenheiro nas horas vagas, rubro-negro em todos os tempos. A máxima de tudo pelo...

Jerônimo Jr.

Engenheiro nas horas vagas, rubro-negro em todos os tempos. A máxima de tudo pelo...

Jerônimo Jr.

Engenheiro nas horas vagas, rubro-negro em todos os tempos. A máxima de tudo pelo...