E-Sports

Flamengo eSports quebra sequência positiva com derrota para a líder PaiN Gaming

O Flamengo eSports perdeu sua série de vitórias para a líder do Campeonato Brasileiro de League of Legends, Pain Gaming. O primeiro jogo do segundo turno do 2º split que, sem dúvidas, foi um dos melhores até agora, garantiu diversas emoções para os torcedores dos dois times. Segue a escalação de hoje: Bankai de Renekton, Ranger de Elise, Goku de Twisted Fate, Bvoy de Ezreal e Luci de Nautilus.

O Flamengo eSports abriu o placar com um gank do caçador flamenguista na rota superior. O primeiro dragão do jogo, das nuvens, ficou para a PaiN. A equipe adversária subiu para o arauto, mas o rubro-negro acompanhou e, mesmo sem pegar o objetivo, levou 3 abates e deixou apenas um. A punição da PaiN veio minutos depois, com a morte do mid laner flamenguista.

Novamente, o controle da visão do dragão estava todo para a PaiN, que conseguiu o segundo dragão, da montanha. Na rota inferior, o Flamengo levou o atirador inimigo. Enquanto isso, na rota do meio, a PaiN encurralou o mid laner rubro-negro, mas o top e o caçador flamenguista chegaram a tempo de conseguir algumas kills e responder à altura a morte do companheiro.

Em busca dos objetivos, a equipe do Flamengo dizimou o segundo arauto com facilidade. Na luta pelo dragão do oceano, o rubro-negro pegou pra si o objetivo, mas deixou 3 abates para o adversário. Na volta da base, a rota do meio foi levada até a torre número 2, deixando a lane aberta para o Flamengo.

Uma teamfight explodiu no covil do dragão que rendeu o objetivo para o Flamengo, mas um ace para a PaiN. Um erro do Flamengo acarretou no barão para a equipe adversária, também vários abates e a base rubro-negra aberta. Com o controle do mapa pelo barão, a PaiN consagrou o dragão do oceano para si. O Flamengo parou o avanço do inimigo em sua base com uma bela entrada do suporte que limpou o time adversário.

Os objetivos foram bem disputados na luta pelo barão e pela alma o dragão. O Flamengo priorizou o barão e levou a melhor, já a PaiN preferiu a alma. O top laner flamenguista foi pego sozinho e desestabilizou o poder da equipe de levar as torres. O jogo foi decidido em uma luta na rota inferior em que o mid laner adversário brilhou pelos flancos do mapa e a equipe deixou apenas o caçador rubro-negro vivo. GGWP PaiN Gaming!

Taíne Correa

Jornalista, paulista e, para acabar com a rima, jogadora de League of Legends.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar