Flamengo e Franca. A final dos sonhos.

Flamengo e Franca. A final dos sonhos.

Flamengo e Franca iniciam logo mais a 11° (décima primeira), final do Novo basquete Brasil. Aliás dois dos nomes mais fortes da história do nosso basquete, duelarão de forma categórica para levantar, o tão cobiçado titulo de campeão brasileiro.

O Flamengo busca sua sexta taça na competição, e como bem sabemos, é o maior campeão da história do campeonato.

Entretanto, estão em nossas mãos, 6 títulos nacionais. Um pelo antigo campeonato brasileiro, no ultimo ano de  sua existência, e cinco já com a nova nomenclatura .

Todavia o Franca  vai em busca do 12° (décimo segundo), titulo brasileiro, sendo que jamais a equipe conquistou o NBB.

O ultimo titulo, da equipe de Franca em nacionais foi ha quase 20 anos, em 1999. E a partir de hoje em uma melhor de cinco jogos, a equipe tentará quebrar esse tabu, e pela primeira vez, se consagrar, como campeão do Novo Basquete Brasil.

Campanha de Franca

A equipe de Franca foi praticamente perfeita na atual temporada.

Na fase de classificação, em 26 jogos, a equipe perdeu apenas 3 partidas. Uma para a equipe do Botafogo, outra para o Pinheiros, e a terceira, justamente para o Flamengo.

Franca chega a essa final como melhor ataque da competição, com incrível média de 87,7 pontos por jogo.

A equipe do interior paulista, antes de chegar na saga da grande final, ainda varreu nas quartas de final, o grande rival Bauru. E também com varrida, passou por Mogi das Cruzes, coroando assim, uma temporada espetacular.

Franca e Flamengo já haviam se enfrentado em outras 2 ocasiões , em playoffs na história do NBB.

Em 2009/2010 o Flamengo defendia o título , e passou pela equipe francana por 3 x 1. Já no ano seguinte Franca deu o troco e passou com 3 x 0 ambos nas semifinais. Nessas duas ocasiões  o grande campeão foi  o Brasilia.

Certamente os números das duas equipes são surpreendentes. Aliás as duas foram formadas no inicio da temporada justamente para chegar nessa fase do ano e estarem na grande decisão. Contudo no trajeto enfrentaram grandes desafios. Conquanto Franca conquistou o campeonato paulista, e triunfou na copa sul americana. Já o Mengão levantou mais uma taça do carioca, e a copa super 8, justamente em cima da equipe de Franca, na casa do adversário.

NBB Histórico

 

Divulgação FIBA América

Em um campeonato onde aconteceu tantos embates incríveis, nada como ter em seu final, 2 equipes de tanta grandeza como Flamengo e Franca. Afinal dois times em que a história de cada um, fala por si só.

Primeiramente pudemos acompanhar o retorno da cidade de Brasília, e toda sua torcida apaixonada de volta ao ginásio.

Um Flamengo e Corinthians nas quartas de final de tirar o fôlego. De fato dois gigantes do nosso esporte, pela primeira vez em uma fase de mata-mata.

A despedida do grande Guilherme Giovannoni das quadras.

Um surpreendente Botafogo treinado pelo talentosíssimo Léo Figueiró.

O grande e atual  campeão Paulistano que havia eliminado Franca na Liga Das Américas, caindo diante do Basquete cearense.

Um Flamengo e Botafogo de tirar o fôlego nas semifinais, decidido apenas  no quarto período do quarto jogo e ainda na casa do adversário;  E enfim, a grande final dos sonhos. Os 2 maiores investimentos da temporada. Os 2 melhores elencos. As 2 maiores rotações.

Flamengo e Franca

Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Flamengo e Franca fizeram por onde, para chegar nessa grande final. Cresceram na competição no momento certo; os principais jogadores das 2 equipes, estão comendo a bola; Balbi e Helinho  estão em seus melhores momentos, armando o jogo de uma forma ousada, porem completamente diferentes um do outro. Helinho com um volume mais frenético, atacando a bola. Balbi muito mais cadenciado, fazendo a equipe inteira, pensar mais antes de ir contra o aro.

David Jackson, fazendo sua melhor temporada, contra um Marquinhos, onde o tempo parece ser seu aliado. O Ala Rubro-Negro parece estar morto dentro de quadra, e quando a gente percebe, o cara já tomou para si o jogo.

Um Hettseimeir correto, preciso, astuto e muito bom jogador. Em contra partida um Varejão que cresceu muito nessa temporada, ainda mais com a chegada do Balbi, que fez todos do grupo jogar.

Dois técnicos diferentes e eficientes, e uma final que tem tudo para entrar para história.

Agora é aguardar só mais algumas horas, e começar a se divertir, com essa série que promete. Primeiro jogo no templo do esporte brasileiro (Maracanãzinho). Série que merece ser muito disputada. E nós torcedores fazendo nossa parte. Lotando o ginásio, e não deixando de apoiar, nem mesmo depois que o jogo acaba.. E que ao final desse grande playoff, o motivo do sorriso Rubro-negro seja o título.

 

@RmuloCunha

Romulo Ferreira

Romulo Ferreira

Carioca de pai e mãe capixabas, cara família, temente a Deus. Eletricista Industrial de profissão. Flamengo por vocação! Amante de basquete, fissurado em vôlei. Admiração absurda pelo Maestro Junior, pelo campeão de tudo com o FlaBasquete Marquinhos, e pela espetacular Virna. Defensor dos esportes olímpicos, e agora, colunista do Redação Rubro Negra. "Feito de torcedores, para torcedores" 🔴⚫

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *