Flamengo derrota o Instituto Córdoba e assume a liderança do Grupo D da Champions League Americas

Instituto
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Na tarde desta segunda-feira (08), o Flamengo derrotou a equipe do Instituto Córdoba-ARG por 78 a 77, na Arena Minas, em partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Basketball Champions League Americas. Inicialmente escalado com Franco Balbi, Chuzito, Marquinhos, Olivinha e Hettsheimeir, o Rubro-Negro saiu em grande desvantagem, mas conseguiu a virada no fim e se isolou na liderança do Grupo D da competição.

Sobre o confronto, o técnico Gustavo de Conti comentou:

Hoje não foi um jogo muito normal para o que a gente costuma propor. Nosso aproveitamento foi baixo, nós nos desequilibramos emocionalmente em alguns momentos do jogo. Mas acho que no segundo tempo a gente voltou muito melhor, principalmente defensivamente. Eu falei pra eles que se fala muito do chute de três pontos do Flamengo, do ataque, mas que nossa base é a defesa. Se a gente não tiver uma defesa boa, não vamos conseguir ganhar de ninguém. Então, a gente relembrou isso no meio tempo e ainda bem que saímos com a vitória, mesmo não jogando tão bem.

Na sequência, o treinador ainda analisou a importância da vitória para a classificação ao ‘Final 8′ da Champions League Americas:

Nossa chave só tem timaço. Só tem campeões que foram montados para brigar por títulos. Então cada jogo é uma final para nós. Nesse grupo precisamos lutar muito para classificar em segundo lugar, imagina em primeiro. Cada jogo para nós é uma final, uma grande disputa. A gente sabe da importância e dá valor à cada vitória” – finalizou.

O jogo

No primeiro quarto da partida entre Flamengo e Instituto, a equipe carioca contou com um bom aproveitamento nas bolas de três pontos de Olivinha e Rafael Hettsheimeir. No entanto, cedendo espaços para os argentinos, o Rubro-Negro viu o adversário encostar e virar o placar – principalmente com os pontos de Santiago Scala e Martin Cuello. Rápido na transição ofensiva, o Instituto abriu boa vantagem no período inicial: 24 a 13.

O segundo quarto teve início com um desempenho ofensivo melhor do Flamengo – pontuando bem com Luke Martinez e Chuzito Gonzalez. Porém, a equipe ainda demonstrava uma certa fragilidade defensiva, de modo a permitir que o adversário pontuasse bastante dentro do garrafão. Nos minutos finais, Hettsheimeir, Yago e Balbi converteram bolas de três para o Flamengo. Ainda assim, após arremesso de três de Martin Cuello, o Instituto encerrou o primeiro tempo com 12 pontos de vantagem: 49 a 37.

Após o intervalo, o sistema defensivo do Flamengo ganhou nova forma. Intenso e comunicativo, o esquema implementado pelo técnico Gustavo de Conti permitiu que o time encurtasse a diferença no marcador. Martinez, Léo Demétrio e Balbi, com três bolas de três seguidas, trouxeram o Orgulho da Nação de volta à partida. Chuzito, na sequência, deixou os cariocas na liderança pela primeira vez na partida. Nos últimos segundos, o Instituto Córdoba pontuou e tomou a dianteira novamente: 67 a 64.

No último quarto, a ansiedade pela vitória trouxe erros para as duas equipes. Equilibrada, a partida tornou-se eletrizante, com Flamengo e Instituto se revezando na dianteira. Com muitas chances desperdiçadas – principalmente bolas de três -, foram os lances livres de Olivinha que deram a vantagem final ao Flamengo. No último segundo, o toco de Rafael Mineiro em cima de Santiago Scala confirmou a vitória rubro-negra. Fim de jogo, 78 a 77 para o Flamengo.

Confira os destaques do Flamengo na partida:

  • Chuzito Gonzalez – 13 pontos e 2 assistências
  • Luke Martinez – 12 pontos e 4 rebotes
  • Olivinha – 11 pontos e 10 rebotes
  • Marquinhos – 9 pontos e 3 rebotes
  • Franco Balbi – 8 pontos e 3 rebotes
Flamengo
Foto: Gaspar Nóbrega

O Flamengo retorna às quadras da Arena Minas nesta terça-feira (09), às 17h40, contra o Minas, em partida válida pela fase de grupos da Champions League Américas.

Veja também: Ex-jogador do Flamengo, Leonardo Moura anuncia aposentadoria aos 42 anos

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada