Conforme analisamos na coluna do dia 03/05, fizemos um levantamento a respeito do histórico do faturamento de bilheteria do Mais Querido nos últimos anos e constatamos o quanto o clube era ‘‘sugado’’, principalmente pela antiga gestora do Estádio Radialista Mario Filho.

Outro ponto abordado, foi o que esperar da gestão do Maracanã já administrado pelo Flamengo a partir do dia 19/04.

Com o início do campeonato Brasileiro, o Flamengo já jogou 2 vezes no estádio tendo o controle do mesmo. Contra o Cruzeiro (27/04) a e Chapecoense (12/05).

O Redação Rubro Negra, com isso, vai analisar, ao longo dos jogos, a evolução dessa gestão, principalmente no quesito redução de custo operacional.

Comparativo de Bilheteria nos dois jogos com mando do Flamengo no Brasileirão 2019

Conforme o quadro acima, podemos observar que obtivemos uma evolução na margem líquida, onde comparamos a proporção Lucro Líquido/Receita Bruta, com uma melhoria de 16%.

O principal problema para essa melhoria na margem liquida se dá pela redução no Custo Operacional do jogo. Observe que, mesmo com um público pagante maior na comparação do jogo contra a Chape e contra Cruzeiro, nosso custo operacional foi inferior, fazendo assim com que a margem de custo em comparação à Receita Bruta caia de 39% para 28%.

Isso é sinal de que o clube vem buscando alternativas, a fim de melhorar esta margem no quesito faturamento de bilheteria, de modo a tornar o Maracanã um estádio lucrativo para o Mais Querido.

Lembrando que o clube é responsável pelo pagamento dos Custos Fixos do complexo, onde, com a divisão junto ao Fluminense, gira em torno de R$ 1,1 milhões/mês. Esse custo não entra no borderô dos jogos.

Para encerrar essa avaliação embrionária para o início do campeonato brasileiro, deixamos em aberto o seguinte debate:

Reparem que o ticket médio no segundo, que é onde temos o melhor lucro líquido, com redução da margem dos custos operacionais, é cerca de R$ 11 mais baixo que o primeiro jogo.

Com a política de preços dos ingressos imposta pelo Flamengo, de acordo com a importância dos jogos, até que ponto é interessante aumentar o preço dos ingressos, observando que, com um ticket médio baixo, o clube consegue obter um Margem de Lucro líquida melhor do que os últimos anos?

Rafael Perez

Veja Também: A importância dos títulos para as finanças do Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui