Futebol Profissional

Raça, amor e paixão: as emoções da torcida Rubro Negra

emocoes

É bastante frequente pessoas mencionarem a mistura de emoções que são sentidas quando vão ao Marcanã em um jogo do Flamengo. Há quem diga que somente aquele que realmente tem sangue rubro negro nas veias e vibra durante  esse espetáculo consegue explicar, mas, aqui, faremos uma análise do que psicologicamente ocorre.

Antes de continuar, é importante entender que temos sentimento pelo flamengo e isso provoca emoções. Há uma diferença entre as duas coisas. Emoções são reações mentais ao que nos cerca. Elas podem ser positivas, como alegria, ou negativas, como a raiva.

Se você está com raiva, tem-se, por exemplo, medo, pois ele, no caso, é um sentimento. Sabendo disso, é importante, para o torcedo, entender que a frustração em um dia de partida ruim não significa, necessariamente, o fim de um sentimento grande de afeto em relação ao time.

Mas por que o coração dispara e, para alguns, a emoção é tão grande que provoca as reações mais diversas possíveis? São casos diversos de taquicardia, agitação, violência, musicalidade e, até mesmo, morte. A resposta para essa pergunta tem muita relação com o modo com o qual a paixão pelo Flamengo teve início e, exceto alguns casos de exagero, não há problema algum em parte dessas reações. Afinal de contas, o que não se faz por amor?

Normalmente, o amor Rubro Negro, podemos dizer que este é um sentimento específico, surge na infância, por uma questão de tradição familiar e vínculo afetivo com a pessoa que é o modelo social para essa criança. Isso faz com que mais valor afetivo ainda seja direcionado ao time, visto que se espelham naquela pessoa por quem tanto tem admiração.

Você se lembra quando começou com sua paixão pelo time? Provavelmente ela foi gerada por admiração às emoções expressas por aqueles que o cercavam na infância e, até mesmo, na vida adulta! São alguns casos interessantes de como esse amor brota e tem provas ao longo do tempo. Nessa reportagem, Vinícius Calixto fala sobre essas provas rubro negras de amor.

O estado de euforia comumente relacionado a essas práticas tem forte alicerce no “querer fazer” querer agir. As emoções são tantas, durante uma partida, que, sem dúvidas, cada jogada, cada técnica causam o máximo de nossos sentimentos.

Em nossa mente, uma explosão de questões pulsando, hormônios como adrenalina e endorfina fluem em nossas veias e, em muitas pessoas, os músculos tencionam para a ação, o coração dispara, o rosto esquenta e, ao mesmo tempo, há uma sensação de bem-estar, completude. São tantas as coisas que passam por nossa mente em um jogo do mengão que é até difícil perceber quantos fenômenos estão envolvidos.

Um bom exemplo para tudo isso seria a última partida ocorrida pela Libertadores, no dia 04/03/2020, em que Flamengo, em um confronto emocionante, vence Junior Barraquilla, em um placar de 1×2. O time já inicia a partida com uma proposta mais ofensiva e isso já desperta, no torcedor, o estado de euforia, tensionada pela adrenalina, e “massageada” pela endorfina provocada pelos lances incríveis do primeiro tempo. Sem dúvidas, a importância atribuída à partida, bem como ao torneio, em si, provocam o expectador a extravasar suas energias.

Emocionante é o termo mais utilizado pelos torcedores em relação às últimas partidas do time e, hoje, após pensarmos um pouco sobre as emoções que fazem parte desse processo, podemos concluir que o flamengo, na mente do flamenguista é, sem dúvidas, um sentimento que provoca tantas emoções que não poderia ser pensado de forma diferente.

Por: Victor Ramos da Silva ([email protected])

Victor Ramos da Silva

Professor, pesquisador, mestre em Psicolinguística e entusiasta de assuntos diversos. Dedica a sua carreira a buscar novas informações e agregar isso a temas cotidianos diversos.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Colunistas

Victor Ramos da Silva

Professor, pesquisador, mestre em Psicolinguística e entusiasta de assuntos diversos...

Victor Ramos da Silva

Professor, pesquisador, mestre em Psicolinguística e entusiasta de assuntos diversos...

Victor Ramos da Silva

Professor, pesquisador, mestre em Psicolinguística e entusiasta de assuntos diversos...