E-Sports

Em um jogo decidido pelas teamfights, Flamengo eSports volta a vencer

A partida Flamengo eSports x Redemption começou com muita expectativa das duas equipe. O rubro-negro querendo mostrar que a derrota na semana passada foi apenas um deslize, e a Redemption desejando a redenção para continuar crescendo.

A escalação do Flamengo contou com WooFe de Aatrox, Ranger de Elise, Goku de Morderkaiser, Absolut de Xayah e Luci de Thresh.

Ranger com o seu pick confortável gankou a rota superior e garantiu o First Blood para a equipe do Flamengo. Cada vez que o Luci acertava uma sentença de Thresh, uma teamfight se iniciava. Na primeira do jogo, o resultado foi equilibrado com os dois times pegando kills importantes.

Em outra luta na jungle, o adcarry da Redemption mandou o Ranger para a base com um flash + Q enquanto o jogador rubro-negro tentava retornar em uma moita. Depois desse feito, a equipe da RDP assustou o Flamengo com jogadas quando eles não estavam preparados. A RDP cresceu, deixou seu adcarry forte, mas Goku e WooFe apareciam para cobrar as kills perdidas.

O primeiro arauto ficou nas mãos da RDP que levou parcialmente a torre da rota inferior. Luci novamente inicia uma briga que deixa o Flamengo perdido e o mid laner adversário com um double kill. Então, mediante a pressão sofrida, WooFe pegou na mão do Goku e resolveram tomar o jogo para si.

WooFe brilhou nas teamfights seguintes, conseguindo empurrar a sua rota superior e auxiliar no arauto. Para a Redemption, sobrou o segundo dragão da partida. Depois disso, foi só Flamengo em lutas e objetivos. Pegaram o top laner inimigo sozinho na rota inferior, levaram a torre, puxaram o mid e destruíram a torre. Aos poucos, os rubros-negros foram encaixando e, com o WooFe bem entrosado com a equipe e com um timing solo invejável, o Flamengo conseguiu se reerguer no game.

A finalização aconteceu após um erro crucial da RDP em gastar a ult do Gragas, que combava com a do oponente Yasuo, no Absolut que estava sozinho. Flamengo foi com tudo, ganhou a luta, fez o Barão e aí não tinha como segurar. Top avançado, inibidor destruído, ggwp Flamengo eSports!

Taíne Correa

Jornalista, paulista e, para acabar com a rima, jogadora de League of Legends.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar