Futebol Profissional

“Em casa, a gente conversa”, Flamengo empata com o Del Valle no jogo de ida da Recopa Sul-Americana

Flamengo

Num jogo com cara de Libertadores, Flamengo x Del Valle fizeram um jogo bem disputado, com dois gols para cada lado e muita tensão. O rubro-negro não esteve em seus melhores dias, jogou abaixo do que costuma jogar, mas como time acima da média que é, conseguiu até virar o jogo após sair perdendo mas tomou o gol de empate num pênalti duvidoso no minuto seguinte.

O resultado do jogo se tornou até um pouco secundário para o Mais Querido que perdeu Bruno Henrique e Rodrigo Caio por lesão. A do nosso camisa 27 inclusive pareceu bem grave. A torcida espera poder contar com os dois no jogo da volta, na pior das hipóteses daqui a menos de 15 dias na estréia da Libertadores.

Flamengo

Primeiro tempo

Jorge Jesus escalou os onze titulares com uma surpresa: Diego Ribas foi o escolhido para a vaga de Gabriel Barbosa, suspenso pela expulsão na final da Libertadores. A partida começou muito truncada, com muita posse do Del Valle no meio, e o primeiro lance de perigo veio num chute do time da casa aos 4′ que passou longe da meta de Diego Alves. Aos 10′, foi a vez de Diego Ribas responder, num chute parecido. O time equatoriano arriscava de fora da área, sempre que tinha oportunidade.

Aos 19′, o Independiente abriu o placar numa cobrança de falta:  Murillo chutou e Diego aceitou uma bola que parecia defensável. Aos 29 minutos, o Flamengo tem um gol de Bruno Henrique anulado após três intermináveis minutos de consulta ao VAR. O Mengão não jogava bem, mas lembrava ao adversário que era mortal e precisaria de apenas uma chance para marcar um gol. O time da casa assustava muito pelo lado esquerdo do mengão, principalmente com bolas longas nas costas da defesa.

Flamengo
Gerson disputa a bola com um jogador equatoriano
Foto: Agência Reuters

Aos 45′, numa tabela com Arrascaeta, BH finalizou e a bola bateu na rede pelo lado de fora. O time do Flamengo jogava mal, mas estava tendo chances no jogo, teve um gol anulado e algumas oportunidades perdidas. Mérito do Del Valle que foi mais eficiente na primeira etapa e saiu vitorioso na parcial.

Segundo tempo

O Mister veio para o segundo tempo com Vitinho no lugar de Diego Ribas que foi muito mal no primeiro tempo. O Flamengo foi pra cima nos primeiros minutos, tentando reverter o placar adverso, com o camisa 11, o time se mostrou mais compacto e organizado do que com o camisa 10. O dominio do Fla era apenas territorial, muita posse, jogadas trabalhadas, mas sem sequer levar perigo ao gol.

Aos 14′, o Del Valle acordou e desperdiçou uma chance com Guerrero. Aos 19′, Torres saiu cara a cara com Diego Alves e o nosso goleiro defendeu sem dar bote. O time equatoriano crescia no jogo e o Flamengo voltava ao deserto de ideias. Aos 20 minutos, o Mais Querido se fez mortal como em 2019, Bruno Henrique recebeu de Arrascaeta, saiu na cara do goleiro e fez o gol.

Mas a torcida rubro-negra nem sequer comemorou, pois na hora do gol, BH se chocou com o goleiro e foi substituído por Pedro. Nem o banco de reservas comemorou o suado gol de empate, no momento em que o time rival era melhor no jogo.

Flamengo
Bruno Henrique nem comemora o seu gol
Foto: Cahe Mota / Globo Esporte

Aos 28′, após troca de passes do Del Valle, Farabelli chutou e a bola passou rente a trave de Diego. A partir dos 35′, o time do Equador aproveitou a falta de costume do nosso time em jogar na altitude e passou a acelerar mais o jogo, a usar mais a velocidade, o rubro-negro se fechava e saia apenas nos contra-ataques. Aos 40′, Rodrigo Caio também se lesionou e saiu, sendo substituído por Thuler.

Quando o resultado do jogo já era secundário, com os torcedores já pensando em como seria o jogo da volta (talvez a temporada) sem dois titulares, Éverton Ribeiro na raça, recuperou uma bola pela direita, brigou com o zagueiro e cruzou para Pedro escorar pro gol e marcar o 2×1. Um gol de centroavante, de quem veio pra decidir jogos e marcar gols.

Mas aos 45′, logo na saída de bola, Rafinha cometeu (?) um pênalti bobo. Pellerano cobrou e empatou o jogo novamente. 2×2 e balde de água fria no Flamengo. Após o gol que igualou o placar, o time da casa cresceu novamente, pressionou bastante mas não conseguiu voltar a frente do placar. No final das contas, o 2×2 foi decepcionante por termos tomado o empate, menos de dois minutos após a virada.

Flamengo
Diego Ribas não entrou bem na vaga de Gabriel Barbosa

Porém, temos que reconhecer que o Flamengo não fez um bom jogo, perdeu dois titulares por lesão, e vendo pelo copo meio cheio foi até um bom resultado. O jogo da volta é no próximo dia 26 (quarta feira de cinzas) no Maracanã.

 

Por: Gabriel Fareli

Gabriel Fareli

Pai do Enzo. Rubro-Negro. Estudante de Jornalismo (3/8). Apaixonado por Samba/Pagode.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Colunistas

Gabriel Fareli

Pai do Enzo. Rubro-Negro. Estudante de Jornalismo (3/8). Apaixonado por Samba/Pagode.

Gabriel Fareli

Pai do Enzo. Rubro-Negro. Estudante de Jornalismo (3/8). Apaixonado por Samba/Pagode.

Gabriel Fareli

Pai do Enzo. Rubro-Negro. Estudante de Jornalismo (3/8). Apaixonado por Samba/Pagode.