Dias de luta, dias de glória: Goleiros da história do Flamengo

Dias de luta, dias de glória: Goleiros da história do Flamengo

Dando inicio a nossa série “Dias de luta, dias de glória”, hoje vamos falar sobre os 3 melhores e 3 piores goleiros da história do Flamengo. O ditado já diz, todo grande time começa por um grande goleiro, e digamos que, todo time ruim começa por um goleiro ruim.

O Flamengo é um time, historicamente conhecido por ter grandes goleiros. Então, por isso foi até mais fácil pensar nos 3 maiores. Mas, também temos diversos goleiros ruins na história e eu separei 3 aqui para relembrarmos. Então, vamos começar por eles, os 3 piores goleiros da história do Flamengo.

3º pior da história – Diego ‘Manchinha’ (2002-2009):

Diego Manchinha
Piores goleiros história do Flamengo – Diego Manchinha

 

O terceiro pior goleiro da nossa história é Diego “Manchinha”, cria da gávea, Diego subiu ao profissional em 2002, mas só foi ter chances em 2005, após a saída de Julio Cesar. Goleiro do Flamengo na final da Copa do Brasil de 2006 contra o Vasco, Diego não agradava a torcida e perdeu espaço quando o goleiro Bruno foi contratado para assumir a meta do clube. O jogador ficou até 2009  como reserva imediato, quando foi vendido pro Ceará.

 

2º pior da história – Marcelo Lomba (2006 – 2011): 

Marcelo Lomba
Piores goleiros da história do Flamengo – Marcelo Lomba

 

Em segundo lugar na lista dos piores temos um jogador que está nos holofotes até hoje. Atual goleiro titular do Internacional, Lomba é outra cria do Flamengo que era-se esperado muito dele, mas não conseguiu demonstrar tudo isso na meta do mais querido. Lomba subiu logo após Diego, e era considerado o reserva imediato, teve suas chances, até chegar Bruno e conquistar a titularidade, enquanto Lomba e Diego brigavam pela reserva. Diferente de Diego, Lomba não teve tantas chances, disputou apenas 35 jogos e em 2011 foi vendido ao Bahia.

Pior goleiro da história do Flamengo – Alex Muralha (2016- ):

Pior goleiro da história do Flamengo - Alex Muralha
Pior goleiro da história do Flamengo – Alex Muralha

 

E o pior goleiro da história do Flamengo, ainda tem contrato vigente com o clube. Alex ‘Muralha’, goleiro que chegou em 2016, depois de uma excelente temporada no Figueirense, não demorou muito para assumir a titularidade. Logo em 2016, assumiu o gol que era de Paulo Victor e fez um bom ano, até chegou a ser convocado pra seleção Brasileira. Entretanto, o problema chega em 2017, ano dito “mágico” que se tornou trágico, e como eu disse lá em cima, toda equipe ruim começa por um goleiro ruim, e naquele ano não foi diferente.

Começava o ano de 2017, após o Flamengo ter ficado em terceiro colocado no Brasileirão de 2016 e “cheirinho” pra todo lado, torcida esperançosa e uma equipe sendo formada. Mas, começaram as decepções, após o título Carioca, nada deu certo e Muralha passou muito por isso. Após falhas que custaram uma eliminação na fase de grupos da Libertadores e diversas falhas no Brasileirão, o Flamengo decidiu que era hora de buscar um novo goleiro e trouxe Diego Alves. Porém, o novo arqueiro não podia jogar a Copa do Brasil. Então, Muralha foi necessário mais uma vez, e na final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, Muralha proporcionou uma cena que nenhum flamenguista esquecerá, o goleiro pulou todos os pênaltis para o lado direito na disputa e o Cruzeiro se sagrou campeão e Muralha, encerrou ali, sua história do Flamengo.

O goleiro hoje, está emprestado ao Coritiba, e ainda tem contrato com o Flamengo, mas a diretoria deixou claro que não quer renovar.

Menção ‘desonrosa’ – Getúlio Vargas

Ufa, agora vamos falar de coisa boa! Vamos para os 3 MAIORES goleiros da história do Flamengo.

3º maior da história – Júlio Cesar (1997 – 2005 e 2018)

Maiores goleiros da história do Flamengo - Julio Cesar
Maiores goleiros da história do Flamengo – Julio Cesar

 

Em terceiro lugar, temos um dos maiores goleiros da história do futebol brasileiro, outra cria da gávea, Júlio Cesar. Elevado a profissional do Flamengo em 1997, Júlio Cesar estreou num FlaxFlu que já fez história, o goleiro teve uma atuação de gala e defendeu até pênalti. Mas, só foi vir a ser titular em 2000, depois disso, foram mais de 200 jogos pelo clube e muita história. Júlio foi muito importante na permanência do Flamengo na série A daqueles anos. Além disso, o goleiro foi campeão de 11 títulos pelo clube, os mais importantes foram a Mercosul de 99, e os cariocas de 1999, 2000, 2001 e 2004.

Em 2018, Júlio Cesar voltou a vestir a camisa do Flamengo para encerrar a carreira no clube onde começou e disputou duas partidas, Flamengo 3×0 Boavista pelo Carioca e Flamengo 2×0 América Mineiro no Brasileirão, partida em que o goleiro foi muito importante pra vitória, fazendo 3 grandes defesas e encerrando a carreira com chave de ouro, ao lado de seu grande amigo de longa data, Juan.

2º maior da história – Diego Alves (2017 – )

Maiores goleiros da história do Flamengo - Diego Alves
Maiores goleiros da história do Flamengo – Diego Alves

 

Em segundo lugar, temos Diego Alves, goleiro titular atualmente do Mengão. Diego chegou em 2017, para suprir a carência na posição após as falhas de Muralha. Mas, nem tudo foi perfeito na história de Diego pelo Mengão. No começo de sua passagem, Diego Alves foi criticado por algumas falhas, e viveu altos e baixos. Ainda em 2017, sofreu uma lesão que o tirara do restante da temporada.

Em 2018, Diego mostrou pro que veio, grandes atuações, até que, o goleiro novamente sofreu uma lesão e com a chegada do técnico Dorival Júnior, os dois apresentaram problemas de relação e o goleiro foi afastado da equipe, tendo que treinar separado e esteve muito perto de ser negociado.

Mas, em 2019, a glória veio. O ano começou cheio de cobranças, o Flamengo mudava de diretoria, de treinador, contratava grandes jogadores e Diego foi reintegrado ao elenco e voltou a ser titular. Nos primeiros meses, voltou a ser criticado, teve algumas falhas, foi bastante criticado na eliminação pro Athlético-PR na  Copa do Brasil e na partida contra o Botafogo pelo Brasileirão. Mas, caiu nas graças da torcida de novo após defender o pênalti na histórica classificação em cima do Emelec, nas oitavas da Libertadores. Depois disso foi festa, o goleiro viveu grande fase até o fim do ano, defendeu 2 pênaltis contra o Vasco, defesas milagrosas contra o Gremio na Libertadores, e foi importantíssimo para os títulos da Libertadores e Brasileirão do ano passado, sendo inclusive, um dos 3 capitães a levantar as taças.

Em menos de 3 anos pelo clube, Diego conquistou 9 títulos pelo mais querido, os principais, a Libertadores e Campeonato Brasileiro de 2019.

Maior goleiro da história do Flamengo – Raúl Plassmann (1978-1983):

Raul Plassmann
Maior goleiro da história do Flamengo – Raul Plassmann

 

Em primeiro lugar, temos o goleiro das grandes conquistas, Raul. Depois de 13 anos atuando no Cruzeiro,  Raul foi contratado pelo Flamengo em 78 e foi o goleiro do Flamengo no lendário time do início da década de 80, Raul tem mais de 200 jogos pelo clube, conquistando 39 títulos pelo mais querido, os principais, sendo os Brasileirões de 1980, 82 e 83, a Libertadores de 81 e o Mundial do mesmo ano. E por tudo que conquistou, Raul é considerado o maior goleiro da história do Flamengo.

Gostaria de falar mais sobre Raul, mas infelizmente não temos tantos detalhes disponíveis na Internet quanto sobre os outros goleiros.

Menções honrosas – Uri Geller, Cantarelli e Zé Carlos.

Obrigado por ler! Se puder ler minha última coluna estaria me ajudando e ajudando demais o site! Me siga (@lucasmasilvaa) no Twitter  e siga o Redação Rubro-Negra (@Red_RubroNegra) no Twitter e no Instagram (@redacaorubronegrah). Contudo, se discordou ou concordou com algo que eu disse, ou lembrou de algo que eu deixei de fora, escreva nos comentários! Críticas, contanto que educadas e construtivas, sempre são bem-vindas! SRN.

Lucas Silva

Lucas Silva

Completamente louco pelo Flamengo 🔴⚫