Assuntos políticosFinançasFutebol Profissional

Covid-19: Flamengo faz estudo sobre receitas.

Diante das dúvidas sobre o retorno dos jogos de futebol, em meio a pandemia de Covid-19 que está aterrorizando a saúde da sociedade no mundo inteiro, a diretoria do clube realizou um estudo para avaliar os possíveis cenários econômicos. dos mais otimistas aos menos favorável, em decorrência das dúvidas para o recebimentos dos pagamentos de contratos de patrocinadores do clube.

A projeção do estudo se dá na finalidade de organização no fluxo de caixa para o pagamentos de suas obrigações aos credores, principalmente no que diz respeito aos pagamentos do departamento de futebol o pagamento dos salarios de março não sofreram mudanças e foram pagos normalmente, a diretoria  tentará manter a situação normalmente por mais um mês, mais ciente de que caso a pandemia dure por mais tempo a movimentação na redução dos vencimentos dos atletas terá que ser feita.

Os atletas tomaram conhecimento dos debates e das decisões sobre os assuntos em alguns clubes no futebol nacional e internacional e demonstraram apreensão com a possibilidade de redução nos vencimentos mensais, o Presidente Landim junto com o Presidente da comissão de finanças do CODE Claudio Pracownik disse em entrevista a o canal da Genial investimentos no youtube a seguinte declaração.

”A gente tendo um impacto maior, vamos chamar os jogadores e conversar com eles. Claro que informalmente o Braz e o Spindel têm conversado com alguns. Mas até para ter esse tipo de conversa (redução salarial), a gente tem que estar embasado em fatos e dados ”

Em função da possibilidade de cortes financeiros, o Flamengo se organiza para enfrentar o período mais complicado até a volta dos jogos do clube nos campeonatos. A participação no Campeonato Carioca é vista no ponto de vista financeiro como a de menos importância pois o clube não tem dinheiro para receber em relação a cotas televisivas por não ter contrato esse ano com a emissora detentora dos direitos da competição, no entanto o clube apoia e deseja que a competição seja resolvida dentro das quatros linha o mais breve possível.

De todas as empresas que patrocinam o clube, a Azeite Royal rescindiu o contrato de forma unilateral  e deixou o clube e a empresa de fornecimentos de material esportivo a Adidas ainda não fez o pagamento da parcela referente ao contrato em abril. Não há nenhuma certeza que os demais patrocinadores não vão cumprir os pagamentos  em dia, mas a diretoria trabalha com todas hipóteses no atual cenário econômico pelo que o Mundo por conta da Covid-19.

Um dos cenários vistos pelo Flamengo é sobre o uso do Maracanã, fundamental fonte de receitas para o clube. O estádio está fechado por parte do flamengo, e foi cedido ao Governo do Rio de Janeiro para uso no combate a pandemia, porém a volta do uso para jogos mesmo que sem torcida, precisaria mobilizar pessoas capacitadas, e sem retorno financeiro de bilheteria para compensar a manutenção do estadio.

 

 

 

Etiquetas

Lessa Luan

Pai da Maria e da Antonia, Estudante de Jornalismo e Flamenguista apaixonado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar