Futebol Profissional

Bruno Henrique: rei e decisivo

0

Desde sua chegada, Bruno Henrique tem sido um dos xodós da torcida, seja pelo seu carisma fora de campo, pela raça que demonstra, pelos gols marcados e, por uma particularidade: a velocidade, reconhecida até pela FIFA.

O atacante de 28 anos chegou ao Flamengo em Janeiro deste ano e estreou no campeonato carioca contra o Botafogo, em um jogo onde o Flamengo estava perdendo por 1 a 0 e o atacante fez os dois gols da virada rubro-negra.

Bruno henrique vs Botafogo

Bruno Henrique em sua partida de estréia pelo Flamengo. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Desde então, não parou mais de marcar gols ou dar assistências. Na temporada, já soma 21 gols e 13 assistências, já é o segundo artilheiro do time atrás de Gabigol e o segundo no fundamento assistências, atrás de De Arrascaeta.

Abre alas para o rei passar

Um dos motivos para Bruno cair nas graças da torcida rubro-negra, é o seu histórico em clássicos. Marcou contra todos os rivais cariocas, ganhando o carinhoso apelido de “Rei dos Clássicos”. Os números mostram o motivo.

Botafogo: 2 jogos e 3 gols
Vasco: 4 jogos e 3 gols
Fluminense: 4 jogos e 2 gols

A última vez que balançou as redes em um clássico, foi na goleada de 4 a 1 no Vasco, no Mané Garrincha, em Brasília.

bruno vs vasco no carioca

Bruno Henrique comemora seu gol contra o Vasco na final do Campeonato Carioca. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Toca no Bruno Henrique que ele decide

O fator que mais pesa a favor do atacante é, com certeza, o seu poder de decidir. Na maioria dos jogos onde o Flamengo precisava de um gol, Bruno Henrique estava lá, seja criando jogadas e dando o passe ou, claro, anotando os gols.

Contra o Emelec, fez a jogada do 2º gol de Gabigol; contra o Internacional, marcou dois gols; e o mais recente contra o Grêmio, marcou o gol que deu uma certa vantagem para o Flamengo no jogo de volta, pela semifinal da Libertadores, no Maracanã, dia 23 próximo.

Mas, não só na Libertadores que Bruno decide. No Carioca, o exemplo já citado foi o Botafogo e contra o Vasco marcou no primeiro jogo da final. No Brasileirão, contra o Botafogo novamente, fez o 3º gol que selou a vitória do Flamengo. Na rodada 23 do Brasileirão, contra a Chapecoense, fez o gol solitário da partida.

Pode-se afirmar que Bruno Henrique vem fazendo sua melhor temporada como jogador e com certeza vai decidir e reinar em mais jogos do Flamengo.

 

–

Bruno Henrique contra o Internacional pela Libertadores. Thiago Ribeiro/AGIF

Obrigado por ler minha coluna, caso queira me seguir, meu twitter é @vns1lva e siga também a Redação Rubro-Negra por lá @Red_RubroNegra.

Se quiser ler outras colunas, sejam minhas ou de meus companheiros clique aqui.

Vinicius Andrade Silva
Estudante de jornalismo e fanático por futebol em especial o Flamengo.

    Cartola FC 2019 dicas – 24ª rodada

    Previous article

    Como driblar o cansaço?

    Next article

    Comments

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *