Foto: Marcelo Cortes / CRF
Foto: Marcelo Cortes / CRF

O Mengão enfim estreou na Copa do Brasil 2020, e de cara pegou a mesma equipe que o eliminou ano passado. Flamengo e Athletico-PR reeditam as quartas de final do ano passado, porém, dessa vez o roteiro foi outro. O jogo de ida, na Arena da Baixada, terminou 1 a 0 para o Rubro-Negro carioca.

Diferentemente dos jogos anteriores pelo Brasileirão, o Fla dominou o primeiro tempo, apresentando um bom volume logo no início e fazendo uma boa marcação. Com um começo a mil, o gol não demorou para vir, aos 19 minutos, Isla cruza para a área para Pedro que cabeceia dividindo com o goleiro adversário. A bola bateu no travessão e sobrou para Bruno Henrique, que só teve o trabalho de empurrar. Foi o gol de número 50 de BH pelo Flamengo Sem dar muito espaço para o Athletico, o Mengão foi para o intervalo com a vantagem no placar.

A segunda etapa começou bem diferente da primeira, com uma forte pressão dos donos da casa. Apesar da pressão, o Athletico encontrou bastante dificuldades para penetrar a defesa flamenguista, parando muitas vezes no goleiro Hugo Souza. Aos 32 minutos da etapa final, O VAR interferiu e pegou um pênalti de Renê em Cittadini. Walter soltou um canhão e Neneca faz uma linda defesa, espalmando para o lado sem chance para rebotes. Hugo confirmou a vitória do Flamengo após uma atuação de gala.

Próximo Confronto

O Mengão volta à campo no Domingo, contra o São Paulo, no Morumbi. Jogo será válido pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA ATHLETICO x FLAMENGO

Data e horário: 28/10/2020 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Auxiliares: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Celso Luiz da Silva (MG)

VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Cartões amarelos: Isla (FLA)

Cartões vermelhos:

Gols: Bruno Henrique, aos 19 minutos do primeiro tempo

ATHLETICO: Santos; Erick, Zé Ivaldo, Felipe Aguilar e Márcio Azevedo (Abner Vinícius); Richard (Lucho), Christian (Wellington) e Léo Cittadini; Nikão, Reinaldo (Carlos Eduardo) e Walter (Fabinho). Técnico: Paulo Autuori

FLAMENGO: Hugo Souza; Isla, Léo Pereira, Noga e Filipe Luís (Renê); Thiago Maia, Willian Arão e Everton Ribeiro; Vitinho (Daniel Cabral), Bruno Henrique e Pedro (Gustavo Henrique). Técnico: Domènec Torrent.