Futebol ProfissionalNotícias

Arrascaeta e o peso de ser o mais caro da história do Flamengo

A torcida do Flamengo vive um momento de grande expectativa em relação às contratações para a temporada de 2019. A maior delas foi o meia uruguaio De Arrascaeta, o jogador foi a contratação mais cara da história do clube, custando cerca de R$ 60 milhões aos cofres rubro-negros. Mas quem é Giorgian De Arrascaeta?

O uruguaio tem passagens pelo Defensor do Uruguai, clube que o revelou, aonde marcou 18 gols em 68 partidas. E aqui no Brasil, o meia jogou três anos pelo Cruzeiro, aonde foi importante nas conquistas de duas Copas do Brasil e de um campeonato mineiro. E somou  50 gols em 188 jogos. O uruguaio também acumula diversas convocações para defender a seleção de seu país, pela qual ele disputou a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Aqui no Flamengo, o meia chegou para cobrir a vaga deixada por Lucas Paquetá, vendido no fim de 2018 para o Milan da Itália. Logo em sua chegada, Arrascaeta recebeu um carinho enorme da torcida rubro-negra, mas junto com tudo isso, veio uma enorme cobrança em cima do uruguaio. Afinal, seu preço e sua qualidade provam que ele pode jogar muito mais do que vem jogando desde que chegou no clube.

A princípio, o meia atuou em 12 jogos pelo Flamengo (7 como titular), marcando 3 gols e dando uma assistência, média de 0,25 gols por jogo. Seu principal momento pelo mais querido foi no último domingo (31), pela final da Taça Rio. O uruguaio marcou o gol de empate no último minuto do jogo, apesar de ter feito uma partida bem apagada. Além disso, o camisa 14 fez um dos gols do Flamengo na disputa de pênaltis.

Pelo Cruzeiro, Arrascaeta também demorou para engatar. Em 2015, sua primeira temporada pelo clube, o meia atuou em 49 partidas, marcando 9 gols e dando 4 assistências, tendo uma média semelhante, 0,21 gols por jogo. Em seu segundo ano (2016) seus números melhoraram, 14 gols e 17 assistências em 52 jogos.

Em 2017 o jogador ficou fora dos gramados por dois meses, devido a uma lesão no joelho, por isso esse foi o ano que ele menos jogou pelo Cruzeiro, 43 jogos, mas mesmo assim, teve bons números, 11 gols e 6 assistências.  E para finalizar sua passagem pelos mineiros, Arrascaeta fez 15 gols e 10 assistências em 2018. Além de estar presente na seleção do campeonato brasileiro e ser novamente campeão da Copa do Brasil marcando na decisão.

Pelo Flamengo, dentro de campo, o meia ainda não correspondeu às expectativas, atuações apagadas, falhas importantes, passes errados e apenas um jogo de brilho. E isso nos traz algumas perguntas sobre o que passa com o uruguaio. Será que o problema está na qualidade técnica do jogador, no lugar em que ele escalado em campo, ou é a boa e velha expressão “sentiu o peso da camisa”?

Sobre a qualidade do jogador, eu acredito que o Arrascaeta é muito mais do que isso que a gente viu nos últimos jogos, o meia claramente está com problemas de adaptação no novo clube.

Uma das causas que a torcida e os comentaristas vem apontando, é a do posicionamento. No Cruzeiro, ele atuava pela faixa esquerda do campo, outra posição repleta de jogadores caros no Flamengo, como Vitinho, de quase R$ 50 milhões e Bruno Henrique, de cerca de R$ 25 milhões. À princípio, Abel Braga escalou o uruguaio aberto pelo lado direito, que hoje pertence ao também caro Everton Ribeiro. Nas partidas que jogou por ali, Arrascaeta não foi muito presente no ataque e errou diversas vezes. Mais posteriormente, foi testado centralizado no campo, também não conseguiu ser decisivo como era esperado.

O problema da concorrência: Na mesma janela de transferências, o Flamengo contratou o ponta esquerda Bruno Henrique, que já fez belas atuações com o manto rubro-negro e conquistou a posição de titular, no momento, não há motivos para tira-lo dali. No banco também está Vitinho, segundo jogador mais caro da história do Flamengo e uma decepção maior ainda para a torcida, com cerca de 9 meses de clube, o atacante não conseguiu desempenhar seu papel e foi muito irregular em partidas importantes.

Arrascaeta ainda não fez nenhuma partida completa nessa posição. Apenas alguns minutos no segundo tempo de alguns jogos, e bons minutos, neles ele deu a única assistência até aqui pelo clube e foi bem mais participativo no ataque.

Mas no final das contas, Abel Braga tem uma boa dor de cabeça. Três bons jogadores, que atuam pela mesma faixa, mas que são polivalentes, podem jogar em outras posições dependendo da demanda do jogo. Por enquanto, o técnico vem realmente sendo coerente, Arrascaeta ainda não mereceu roubar a posição de Bruno Henrique e talvez nem a de Diego, jogando centralizado. O maior pedido da torcida é que o uruguaio entre no lugar do volante William Arão. Fazendo com que Diego recue para a função de segundo volante e Arrascaeta possa ser o principal meia de criação do time.

A última hipótese do momento sobre as más atuações do meia uruguaio, é o fator pressão. O fato de ter chego de outro clube brasileiro, por uma cifra tão alta, pode ter pesado na cabeça do jogador.

Arrascaeta no cruzeiro sempre foi conhecido por ser um jogador decisivo, famoso por fazer gols em clássicos. O uruguaio, também fez gol em diversos jogos decisivos, como por exemplo, as duas finais de Copa do Brasil, e nas oitavas da Libertadores do último ano, os 3 gols, foram marcados na casa do adversário. Por tudo isso, eu não acredito que o problema dele seja toda a pressão que é jogar no Flamengo.

No começo do ano, Vitinho deu uma entrevista ao Globo Esporte, e nela disse que com a chegada do uruguaio Arrascaeta, o peso por ser o mais caro saiu dos ombros dele, e segundo o jogador, ter a pressão da torcida e da imprensa por ser o mais caro, pesava muito no seu rendimento no ano passado.

Enfim, Arrascaeta chegou tem pouco tempo, soma apenas 12 jogos. Foi decisivo em apenas um e apagado nos outros. A expectativa da torcida é que em um futuro próximo o jogador deslanche e vire o comandante desse time do Flamengo. Afinal, qualidade pra isso, ele tem de sobra.

Etiquetas

Lucas Silva

Completamente louco pelo Flamengo 🔴⚫

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar