Andar com fé eu vou

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Andar com fé eu vou

Fé. A definição mais legal que eu já vi de fé veio de um livro do meu escritor favorito (lembrando que sou ateu). Na “cena”, uma garota pergunta para o pai o que é fé e ele responde com uma outra pergunta: “Você acha que essa poltrona onde estamos sentados vai estar aqui amanhã pela manhã?”. A filha responde que sim. “Eu também – concorda o mais velho – acredito firmemente nisso. Mas sei lá, pode aparecer um ladrão maluco de poltronas no meio da madrugada e levá-la embora. Não me parece nem um pouco possível, mas sei lá. Isso é fé”
E a sua fé no Brasileirão? A quantas anda?

Pontos corridos é um treco engraçado. Quem ganha, quem perde, quem é rebaixado, quem vai pra Libertadores, seja lá qual for o objetivo, conquista ou não as coisas em doses homeopáticas, rodada após rodada. Quem cresceu com mata-mata até mesmo no Brasileirão, tende a achar a bagaça meio fria. Mais justa, sem dúvida, ainda que menos emocionante.

Confesso que minha fé vem se abalando rodada após rodada nessas últimas. Não matematicamente (se o mala do Tristão Garcia me permite o comentário aritmético), já que tirar 7 pontos de diferença tendo um jogo a menos e contando ainda com um confronto direto torna as coisas beeeem possíveis para a tal fé, sob esse aspecto. Não por merecimento, já que tirando o próprio Internacional, nas rodadas recentes, ninguém tá fazendo muita questão de faturar a Taça-Souvenir do Apocalipse.

É que depois do último final de semana, parece que o Nosso Flamengo ativou o Modo Pré-temporada pra 2021. A tônica nos noticiários passou a ser “quem vai”, “quem fica”, “quem chega”. O Arão na última coletiva mandou duas frases na mesma sequência que resumem bem a situação: “com certeza acreditamos” e “temos que fazer a nossa parte”. Uma protocolar e a segunda indo direto ao ponto-problema.

Todo mundo ainda vai tropeçar. Como não aproveitamos as muitas chances que já tivemos nas últimas 1500 rodadas recentes, necessitamos tropeçar menos que alguns outros. Daí…

Mas enfim… Bora de fé que, como disse o Gil um dia, a fé não costuma faiá. É ganhar do Grêmio, ficar em segundo, diminuir a distância pra quatro pontos, torcer pro Bragantino, que anda super empolgado no segundo turno, fazer um trabalhinho ok pra cima do Colorado… E fazer a nossa parte, como disse Arão, O Zagueiro.

Seguem sendo desfalques Diego Alves e Rodrigo Caio, e também a DUPLA Pedro-Gabigol, que não pode atuar em uma Instituição na qual eu e você bem lembramos, já teve duplas de ataque (e meio-campo e zaga) que não deveriam ter atuado nem juntas e nem separadas. Eh, eh, eh…

Bruno Henrique retorna, e temos também uma indefinição sobre se Everton Ribeiro vai ESTAR EM CAMPO ou não, por conta da negociação com os árabes. JOGAR mesmo, infelizmente, e não só ele, já não joga há algum tempo.

Do lado de lá… Do lado de lá… O Grêmio, que é um time copeiro, bem poderia abrir mão de tudo e seguir a cartilha normal do seu comandante, Renato Gaúcho, desdenhando por completo do Campeonato Brasileiro por conta da Final da Copa do Brasil. Inclusive rolou um piti por lá após a derrota no Gre-Nal 429 (acho essa numeração um charme só) e ameaças de ir de sub-23 até o fim.

Só que daí alguém por lá deve ter lembrado que, pra ser um time copeiro, tem que estar classificado para a maior de todas as copas, a Libertadores. Como o seguro morreu de velho e o Grêmio está em sexto no momento… A meta é tentar chegar no G4 e evitar a fase prévia da competição continental.

Geromel se lesionou feio e o jovem Rodrigues é o mais cotado para assumir a vaga ao lado do Kannemann. O volante Maicon, que vem voltando de forma gradual, tem chance de começar jogando dessa vez. Vem fazendo algumas entradas no segundo tempo já há algumas rodadas.

Ó…Vou falar… PAAAAARAAAAA COM ESSA POOOORRRRRAAAA DE… “Ah… Desanimei… Vou ver mais não”; “agora só na próxima temporada”, dentre outras posturas mimizentas que não condizem com esse Amor Gigante que você diz ter pelo Nosso Flamengo. Mesmo quando a matemática disser, através do seu Embaixador Tristão, que a Taça foi pro saco… Foda-se. Ninguém sai. É até o fim. Com fé ou sem fé pouco importa. Com Vitinho ou sem Vitinho também.

Bora torcer.

Vencer, Vencer, Vencer.

Isso aqui é Muito Flamengo.

 

PETISCOS

. INCOERÊNCIA. Na época do Bandeira boa parte das nossas reclamações e esbravejos no Twitter eram na vibe do “eu torço para um time de futebol e não para um banco”. Acabamos de ganhar uma Liberta e um Brasileiro. Tínhamos tudo pra repetir ao menos um dos dois. Deu ruim e ainda assim seguimos na briga por um deles. O que não pode agora é pilhar que “é obrigação ganhar 15 vezes seguidas caudiquê a gente tem tanto dinheiro que parece até um banco”. 💰⚽💰⚽💰⚽

. FALANDO EM DINHEIRO. Everton Ribeiro, Lincoln, Michael, Yuri César, Léo Pereira, e até mesmo Piris da Motta e Rodinei. Geral tá pro bolo. Isso há de aliviar o orçamento. Ainda mais com a previsão pra lá de otimista de um possível retorno de público já agora pra abril. 💰💰💰

. CARRINHO POR TRÁS. Resposta do Arão sobre se Gabigol e Pedro podem ou não jogar juntos: “Se eu fosse o treinador, poderia responder. Mas o técnico é o Rogério. (…) Eu não sei o que ele entende de jogo, o que entende sobre o time”. 🎺🎺🎺

 

MESA DA ARCOIRIZADA

. OBRA DE IGREJA. O GE apurou e detectou que nos discursos de posse dos últimos quatro presidentes do Vasco (12 anos), Dinamite, Eurico, Campello e Salgado, bateram na mesmíssima tecla: a reconstrução do Vasco. Todos apontaram praticamente os mesmos problemas… E apontaram soluções semelhantes. Apoiamos a sequência da bela obra que vem sendo feita.🏚🏚🏚

. DISNEYLAND. O novo diretor de futebol do Chororô, Eduardo Freeland, chegou com a promessa da direção de ter autonomia nas decisões. Em uma de suas primeiras falas, disse sobre os TORCEDORES DO BOTAFOGO (nunca vi nem ouvi, só escuto falar): “o torcedor é uma peça fundamental no processo, é a razão de existir do clube”. Vai ver então é por isso que tá acabando.😭😭😭

. NÃO É NADA, NÃO É NADA… NÃO É NADA. Marcos Paulo vale isso, Marcos Paulo vale aquilo, vamos fazer caixa, basta esperar o momento certo. O momento certo chegou. O atacante de 19 anos se acertou com o Atlético de Madrid SEM CUSTOS para transferência no fim de junho.📉📉📉

mercioquerido@gmail.com
Facebook e Instagram: Mercio Querido
Twitter: @sorinmercio

 

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Ultimas Notícias