A dupla de “cães de guarda” do Flamengo

A dupla de “cães de guarda” do Flamengo

Dois destaques que ajudaram o Flamengo a atingir o nível que está hoje e ajudaram na conquista do Brasileirão e da Libertadores, é sem dúvida, a dupla Gerson e Arão que viraram os “cães de guarda” da volância rubro-negra.

Ta bem Arão!

Desde a chegada do técnico Jorge Jesus ao Flamengo, a torcida pedia a saída de Willian Arão do time. A nação rubro-negra via o meia como um dos maiores problemas do elenco do time.

Porém, o português via muita qualidade e se comprometeu em “ajeitar” o volante, tanto que, William Arão virou uma das peças mais importantes do time.

Muita gente, achava que com a chegada de Gerson ao time, Arão sairia para a volância ser formada por Cuellar e Gerson, mas, o português achava o contrário.

Cuellar e Arão

O colombiano na época era um dos queridinhos da torcida, até forçar sua saída para o exterior e a torcida o via como o “cara” para cobrir o meio do time. Porém a dupla, Arão e Cuellar, não estava rendendo bons frutos ao Flamengo, pois parecia que os dois não se ajudavam em campo.

Cuellar era um homem mais de marcação e não tinha a qualidade necessária para chegar na frente. Já Willian, tinha dificuldades, na época, de exercer os dois, até pelo motivo da torcida pegar no pé dele todo jogo.

Arão e Cuellar
Arão e Cuellar, a dupla de volantes até Agosto desse ano. Foto: Flamengo

A dupla do meio

Claramente a maior surpresa pros torcedores rubro-negros, é a consistência que Gerson e Arão trouxeram para o elenco. Os dois juntos formaram a melhor dupla de volantes do Brasil, no atual momento. Gerson com sua saída de jogo e raça sem igual, Arão com sua vontade em campo e determinação para ajudar o time.

Os números dos dois não deixa dúvidas que ambos, formam uma baita dupla.

Gerson                                                        Arão
Jogos: 31                                                    Jogos: 44
Gols: 2                                                        Gols: 2
Assistências: 3                                           Assistências: 6
Interceptações p/ jogo: 0.85                    Interceptações p/ jogo: 1,45
Desarmes p/ jogo: 1.4                               Desarmes p/ jogo: 2,05

*Todos os dados retirados do SofaScore.
*² Números apenas do Brasileirão e Libertadores

Arão e Gerson, a dupla de volantes do Flamengo. Foto: Flamengo

Claro, que no quesito defensivo o Arão tem uma leve vantagem, mas o ponto a ser analisado, é claramente o quanto os dois se completam no meio. Quando um precisa sair para avançar ao ataque, o outro não sente dificuldade em “segurar a barra” la atrás, é impressionante.

Com toda a certeza, essa dupla deu o que falar nesse 2019 mágico do Flamengo e torceremos para manterem esse nível em 2020 para que mais títulos venham!

Obrigado por ler minha coluna, caso queira me seguir, meu twitter é @vns1lva e siga também a Redação Rubro-Negra por lá @Red_RubroNegra.

Se quiser ler outras colunas, sejam minhas ou de meus companheiros clique aqui

 

Vinicius Andrade Silva

Vinicius Andrade Silva

Estudante de jornalismo e fanático por futebol em especial o Flamengo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *